O próximo Showcooking é já Sábado!!!

Esta publicação destina-se a quem gostar de culinária e estiver pela cidade de Angra do Heroísmo, no próximo sábado às 16.00.

O showcooking, com a temática  “Imagem e identidade Corporativa à Mesa”, e duração máxima de duas horas, insere-se na terceira edição da Feira “Angra com Futuro: Mostra de Projetos Empreendedores e Capacitação”, que é uma iniciativa da responsabilidade da AJITER, com o apoio da CMAH, onde se pretende criar um espaço de partilha e aprendizagem de boas práticas na área do empreendedorismo jovem. Serão mais de 25 entidades e projetos expostos, 10 Oficinas de Empreendedorismo ao longo de três dias de Feira.

Esta mostra decorrerá na Praça velha, zona central da cidade Património da UNESCO de Angra do Heroísmo.

22519712_10155777888262964_6028460306138578560_o

Anúncios

Entrevista Planeta Mulher

Neste entrevista, orientada pela Claudine Lourenço, apresentadora do programa Planeta Mulher, da Azores TV,  falo de mim e deste meu projeto culinário: o Food with a Meaning.

Se desejarem ficar a conhecer-me em discurso direto, hoje estou apenas à distância de um clique e ao minuto 15.

 

No Knead Bread em Dia Mundial do Pão

Hoje celebra-se o Dia Mundial do Pão. Esta celebração iniciou-se em 2006  quando a kochtopf criou um evento denominado de  WBD – World Bread Day.  Todos os anos é, assim, lançado um desafio a todos os foodbloggers de todo o mundo: a confeção de pão.
Nesta ordem de ideias, resolvi trazer-vos o pão mais básico que existe: o Pão de Água, através de uma receita que quase nem nos obriga a sujar as mãos e que não recorre a máquinas de pão ou a robôs de cozinha de espécie alguma. Intrigados? Então, sigam-me.

Esta é a receita do “No Knead Bread ou Pão sem Amassar, a minha receita base de pão. Poderá adaptá-la a outras farinhas, mais ou menos integrais, e adicionar diferentes sementes.

A receita original vem de Jim Lahey, da Sullivan Street Bakery, em Nova York. Segundo ele, qualquer pessoa consegue fazer pão grande, fofinho e com crosta estaladiça, desde que respeite quatro procedimentos importantes:

  • 1. Basta envolver todos os ingredientes gentilmente com uma colher, apenas o suficiente para a farinha absorver toda a água, o que fará com que a massa fique com ar no seu interior. Não é preciso amassar nada!
  • 2. A levedura, 1 a 2 horas.
  • 3. O forno deve estar bem quente.
  • 4. A massa deve ser cozida dentro de um tacho fechado e previamente aquecido, de preferência de ferro fundido ou barro, porque são criadas as condições de humidade ideais para que o pão cresça bastante e fique bem fofinho.

5

IMG_2097.JPG

1.JPG

2.JPG

3

0.JPG

000

World-Bread-Day-2017-featured

Ingredientes para cada pão de água 

  • 500g de farinha de trigo
 sem fermento (T65)
  • 400g de água morna
  • 1 colher de chá de sal integral
  • 12g de fermento de padeiro fresco

Preparação

  1. Num recipiente grande coloque a farinha.

2. Misture a água morna com o sal e o fermento. Mexa bem até diluir o fermento e o sal. De  seguida acrescente ao recipiente da farinha.

3. Envolva tudo com uma colher de pão. Não misture demasiado. Apenas misture até que a farinha absorva toda a água.

4. Cubra com um pano e deixe levedar 1 a 2 horas.

5. Pré-aqueça o forno a 200ºC, juntamente com a panela onde vai cozer o pão.

6. Polvilhe a bancada com um pouco de farinha e coloque a massa em cima. Dobre a massa ao meio e novamente ao meio.

7. Polvilhe o fundo do tacho com um pouco de farinha e coloque a massa lá dentro com a dobra para baixo.

8. Faça um corte superficial na parte superior da massa usando uma faca afiada.

9. Feche o tacho e leve ao forno durante 25  a 30 minutos. No final desse tempo, retire a tampa e deixe cozer mais 15 a 20 minutos para criar uma boa crosta.

Deixar arrefecer antes de cortar.

receita adaptada daqui

Peras caramelizadas com molho de romã

As Romãs são muito benéficas para o nosso organismo.  Estas excelentes fontes de vitamina A, C, E e ácido folico são conhecidas principalmente por ajudarem na diminuição das doenças coronárias, mantendo uma boa circulação do fluxo sanguíneo, protegendo contra a formação de coágulos e diminuindo o nível de colesterol; por auxiliarem os ossos, protegendo contra a osteoporose e osteoartrites; por possuírem poder anti-bacteriano e antiviral,  reduzindo a placa bacteriana, combatendo doenças da cavidade bucal; por terem poder antioxidante, protegendo o organismo contra o aparecimento de doenças oncológicas, e ajudando no combate à reprodução das células cancerígenas.

Como vêem, existem só vantagens ao consumirmos romãs.

A receita de hoje combina duas frutas das quais gosto muito: as peras e as romãs. Mas desenganem-se se acham que a pera é a rainha da festa. Nada disso. Esta apenas permite que a romã mostre o seu glamour!

Aceitei o desafio da Marta Dionísio, autora do blogue Intrusa na Cozinha, e dediquei o desafio do mês de outubro à romã.

Peras caramelizadas com molho de romã

1.JPG

4.JPG

Ingredientes

  • 4 peras
  • 1 romã (bagos)
  • 1 chávena de sumo de romã
  • 1/2 chávena de vinagre
  • 1/4 chávena de manteiga
  • 1/2 chávena de açúcar
  • pitada de sal
  • 8 folhas de menta ou ou de hortelã para guarnecer

Preparação do Molho

Em lume brando cozinhe o sumo de romã com o vinagre até engrossar.

Abra a romã e retire-lhes os bagos. Reserve.

Pré-aqueça o forno a 200ºC.

Lave as peras, corte-as no sentido longitudinal e retire-lhe o caroço. Descascá-las é facultativo. Cubra-as com água para que não escureçam.

Enquanto o molho engrossa, coloque numa frigideira de ferro fundido (ou outra que possa ir ao forno ( toda em inox, sem cabos de madeira), a manteiga, o açúcar e o sal. Deixe que ferva, mexa até que o açúcar caramelize.

Coloque na frigideira as oito metades de pera com a face lisa para baixo e regue-as com o açúcar caramelizado. Tape e leve leve ao forno 30 minutos ou até as peras estarem cozinhadas.

Retire do forno e deixe assentar durante 10 minutos.

Sirva morno, regando as peras com o açúcar caramelizado e o molho de romã.

Guarneça com folhas de menta ou de hortelã.

3

5

Outras receitas com romã:

Cheesecake

https://foodwithameaning.wordpress.com/2012/01/09/cheesecake-de-roma/

Salada de fruta 1

https://foodwithameaning.wordpress.com/2016/09/25/porque-quando-se-trata-de-salada-de-fruta-nao-ha-regras/

Salada de fruta 2

https://foodwithameaning.wordpress.com/2016/01/29/salada-de-fruta-com-lemon-curd/

Água aromatizada

https://foodwithameaning.wordpress.com/2016/01/11/e-o-1o-workshop-deborla-deste-ano-foi-assim/

Bolo

https://foodwithameaning.wordpress.com/2014/12/30/bolo-d-amelia-para-a-tradicao-do-menino-mija/

Pavlova

https://foodwithameaning.wordpress.com/2013/12/30/pavlova-de-ananas-e-roma-para-a-mesa-da-passagem-de-ano/

Salada verde

https://foodwithameaning.wordpress.com/2013/01/25/o-cozinheiro-de-breaking-bad-e-uma-salada-colorida/

 

 

Pãezinhos de Queijo com Polvilho Doce

Existe uma grande variedade de produtos feitos a partir da mandioca, sendo um deles o polvilho. Tanto o polvilho doce como o azedo são fécula de mandioca. Como permanecem algumas dúvidas quanto a estes ingredientes, resolvi proceder a alguns esclarecimentos que poderão ajudar na interpretação de algumas receitas.

  • Fécula: quando proveniente de partes subterrâneas das plantas(tubérculos, raízes e rizomas)..
  • Amido: extraído das partes aéreas comestíveis das plantas (grãos, sementes)
  • Fécula de mandiocaGoma e Polvilho doce são sinónimos. Porém, o termo técnico correto é: fécula de mandioca.
  • Fécula de mandioca (polvilho doce) e polvilho azedo: a diferença está na fermentação que o azedo passa, o doce não é fermentado.
  • Polvilho Azedo: produto diferente, tem como base a fécula de mandioca. Fermentado por 15-40 dias por ação de microrganismos e acidez deve chegar a 5%.
  • Goma de mandioca: fécula de mandioca humidificada.
  • Glúten: a mandioca não tem glúten naturalmente. Logo, os polvilhos também não devem ter.
  • Calorias: Cerca de 100g tem 340kcal

Informações recolhidas e adaptadas daqui

E agora apresento-vos os nossos Pãezinhos de Queijo com Polvilho Doce

1.JPG

Ingredientes

  • 500 g de polvilho (fécula de mandioca) doce
  • 1/2 chávena de leite (120ml aprox.)
  • 1/2 chávena de água
  • 1/2 chávena de óleo
  • 2 ovos
  • 200g de queijo ralado (3/4 de queijo tipo ilha – S. Jorge+1/4 de queijo flamengo)
  • sal a gosto (1 colher de café)

Preparação

  1. Ferva o leite e a água com o óleo e o sal, e escalde o polvilho, mexendo com uma colher de pau.
  2. Deixe arrefecer.
  3. Acrescente os outros ingredientes e amasse bem.
  4. Faça bolinhas e leve a cozer em forno previamente aquecido (200ºC) durante 30 minutos.

2.jpg

4.JPG

 

E já cá canta mais um ano!

Os aniversários são sempre motivos de comemoração, mesmo quando já somos adultos e perdemos algum entusiasmo e euforia presente nos aniversários infantis. Mas, se pensarmos com mais algum cuidado, cada vez que celebramos mais uma aniversário é-nos dada a regalia de nos vermos envelhecer. E isso é positivo. Em primeira análise, poderão achar esta observação estranha, mas poder contar muitos anos nem sempre é  privilégio para algumas pessoas. Que este aniversário seja mais um incentivo para que eu continue a encarar a vida como um copo “meio cheio” e não meio vazio, como um mundo de aprendizagem e de novas possibilidades.  Fazer anos é sempre uma contagem crescente em sabedoria, maturidade e gratidão.
Partilho, então convosco a sobremesa do meu aniversário.
Cheesecake de Figo
 
1
Ingredientes  para a base (forma de 20 cm de diâmetro)
  • 300 g Bolachas Digestivas
  • 4 colheres Manteiga Amolecida
  • licor de figo
Ingredientes para o recheio
  • 400 g Queijo Quark
  • 400 ml Natas vegetais
  • 5 folhas Gelatina Hidratadas
  • 2 c. sopa Sumo de Limão
  • 4 c. sopa bem cheias de Açúcar 
  • 2 c. chá Essência de Baunilha
Ingrediente para a cobertura
  • compota de figo com canela e cardamomo
Preparação
1. Pique bolachas digestivas no processador, junte a manteiga, um cálice de licor de figo e amasse tudo. 
2. Unte a forma de aro amovível com manteiga, no fundo e nas laterais.
3. Forre a forma com esta base de bolacha e leve ao frio enquanto prepara o recheio.
4. Numa taça, leve ao micro-ondas as folhas de gelatina hidratadas num pouco de água e misturadas com sumo de limão. Deixe dissolver durante cerca de 10 segundos, mexa e reserve.
5. Coloque o queijo quark numa taça, junte as 2 colheres de açúcar e a essência de baunilha, bata tudo e acrescente depois a gelatina dissolvida. Envolva bem e reserve.
6. Numa taça, bata as natas,  até começarem a armar. Nessa altura, aromatize com umas gotas de sumo de limão, adoce com duas  colheres de açúcar, e continue a bater.
7. Quando estiverem prontas, junte as natas ao preparado de queijo e envolva-os na perfeição. Verta por cima da base de bolacha, alise e leve ao frigorífico durante um mínimo de 4 horas.
8.  Retire agora a forma do frigorífico e preencha o cimo de cheesecake com compota de figo, nivelando para que fique uniforme.
9. Leve de novo ao frio e desenforme apenas na altura de servir. Decore com figos frescos.
2
4

Espuma de uva…em Dia Um…Na Cozinha

Nesta edição de “Dia Um… na Cozinha”, o desafio pretendia contemplar o Outono e uma das frutas prodígio desta estação: AS UVAS ! Entre doces e salgados, surgiu a ideia de uma espuma, leve e tentadora. Uma quase nuvem de algodão, que se desfaz no paladar, e nos leva a pensar que estamos a saborear uma mousse.

2

1

Ingredientes para 4 pessoas

  • 150 g de uva preta congelada sem a semente
  • 100 g de açúcar branco granulado ou em pó
  • 1 colher de sopa de sumo de limão
  • 1 clara

 

Preparação no robô de cozinha- Bimby

1. Pulverize o açúcar iniciando na vel 5 até à 9, ou utilize o açúcar em pó (de compra)

2. Adicione as uvas congeladas e triture 30seg. na vel. 5.

3. Sem retirar o preparado do copo, coloque a borboleta e bata as claras  com o sumo de limão  durante 3 minutos na velocidade 3 1/2, até que obtenha uma espuma tipo merengue.

Sirva de imediato.

Se sobrar, guarde no congelador e sirva como gelado.

3

Logotipo Dia Um... Na Cozinha Outubro de 2017