Sobremesa light de frutos vermelhos

Esta quadra natalícia é, por si só, uma época de exageros. Esta sobremesa enche os olhos e é uma explosão de sabor. Quem diria que é light e não contém glúten nem lactose? O Natal deve ser de todos. Dos que podem cometer excessos. E dos que não podem, por motivos de saúde.

Boas Festas!

Sobremesa de frutos vermelhos, romã, gelatina e chia

  • 1 pacote de gelatina de morango
  • 1 lata de leite de coco
  • 1 chávena de frutos vermelhos
  • Bagos de romã para a decoração
  • Aroma de baunilha
  • Mel ou açúcar ou stévia a gosto
  • 1/4 chávena de sementes de chia
  • Amêndoa aos pedacinhos torrada
  • Coco para os bordos da chávena

Faz-se a gelatina de morango de acordo com as instruções da embalagem. Coloca-se em copos que se guardam inclinados no frigorífico até que a gelatina solidifique (num tabuleiro com arroz ou leguminosas secas para que segurem o copo na posição pretendida).

Começam-se por triturar os frutos vermelhos com o leite de coco. Adoça-se com açúcar, mel ou stévia a gosto. Aromatiza-se com aroma de baunilha. Mistura-se as sementes de chia e mexe-se. Depois de solidificada a gelatina, despejam-se colheradas desta mousse na parte vazia do copo. Leva-se ao frigorífico um mínimo de 4 horas. Decora-se com bagos de romã na hora de servir e frutos secos torrados e aos pedacinhos.

Anúncios

A receita mais solicitada…a deste bacalhau

Como prometido, irei partilhando as receitas que confecionei no último showcooking, dedicado a pratos de natal saudáveis. Esta foi a mais apreciada!

Bacalhau confitado com crumble de broa e tomate seco, espinafres salteados e puré de grão

IMG_0040
Ingredientes

  • 3 lombos de bacalhau previamente demolhados
  • 4 dentes de alho 
  • 3 folhas de louro
  • 8 grãos de pimenta Jamaica                    
  • 600 ml de azeite virgem extra ou até cobrir metade do bacalhau
  • 100 g de broa de milho
  • 40 g de tomate seco
  • 2 molhos de espinafres frescos
  • sal 

Acompanhamento com puré de grão-de-bico

  • 400 g de grão-de-bico cozido
  • 2 dentes de alho
  • 65 ml de azeite (utilize do azeite em que confitou o bacalhau)
  • 60 ml de leite
  • 1 raminho de salsa ou de coentros (facultativo)
  • Sal e pimenta-preta q.b.

1 . Pré-aqueça o forno a 100 °C

2 . Disponha os lombos de bacalhau num tabuleiro.  Adicione os dentes de alho, o louro e a pimenta da Jamaica.

3 . Regue generosamente o bacalhau com o azeite até que os lombos fiquem mergulhados até metade. Não use um tabuleiro muito grande, para evitar maior quantidade de azeite.

4 . Leve ao forno durante 40-45 minutos, vigiando para que o azeite nunca ferva. O bacalhau deverá cozinhar muito lentamente.

5. Para o puré de grão, leve um tacho ao lume com 2 dentes de alho picados e 65 ml de azeite. Deixe frigir um pouco o alho e adicione o grão-de-bico. Vá adicionando o leite aos poucos, triturando e verificando a consistência do puré. Tempere com sal e pimenta. 

6. Junte o ramo de coentros ou de salsa picada. Triture com a varinha mágica. Reserve o puré.

7. Leve uma frigideira ao lume com 30 ml de azeite e 2 dentes de alho picados. Deixe frigir um pouco e adicione os espinafres. Salteie. Tempere com uma pitada de sal.

8 . Prepare o crumble, triturando a broa de milho juntamente com o tomate seco. Disponha num tabuleiro e leve ao forno pré-aquecido a 190ºC durante 8 minutos.

9. Leve uma frigideira ao lume com um fio de azeite. Junte os espinafres, tempere com sal e salteie.

10 . Para servir, disponha o puré de grão num prato ou numa travessa. De seguida coloque, por cima do puré, os espinafres salteados e o lombo de bacalhau. Regue com azeite da confitagem e cubra a superfície do lombo com o crumble de broa e tomate seco.

IMG_0027

receitas adaptadas daqui e daqui

Receitas de Natal Saudáveis é o tema dos próximos showcookings

Já estão abertas as inscrições para os próximos showcookings, integrados numa iniciativa natalícia da Câmara de Comércio de Angra do Heroísmo.

Tema: Receitas de Natal Saudáveis
🥗🥘🍲🥒🍇🥕🍍🍎
9 de dezembro (sábado) 10:30 (público: adultos)
13 de dezembro (quarta-feira) 14:00 (público: crianças e jovens)
20 de dezembro (quarta-feira) 10:30 (público: crianças e jovens)

Bem, parece que vou ter de provar que de facto existem receitas de natal saudáveis e muito saborosas!

Vou já mostrar algumas evidências no próximo sábado, ao público adulto! 😉

Local: Mercado Duque de Bragança (Angra do Heroísmo)
Inscrições:

  • diretamente com a Câmara do Comércio de Angra do Heroísmo pelo telefone 295204810
  • ou por e-mail: marketing@ccah.eu

cartaz

Showcookings para pais e filhos com o tema “Doces de Natal”

workshop_fb

Marquem os dias 1 e 2 de dezembro nas vossas agendas.

Tragam os filhotes porque vamos todos meter a mão na massa!

Os Supermercados Guarita apostam em tempo de qualidade e sabores de Natal.

🎄🍰🎂☃️
Inscrevam-se no balcão mais próximo de si ou por telefone : 295000152 ( loja de Porto Judeu)

Workshop gratuito mas com limite de participantes!

Vai ser muito divertido!

Lievito madre…Pão de sementes

Este proposta que vos trago hoje foi uma das receitas confecionadas na formação que frequentei sobre Pão Artesanal, Risottos e Arancini, dinamizada pela formadora Ana Simas, após a mesma ter participado numa formação em Itália.  Éramos doze formandos muito entusiasmados e colaborativos e adorámos preparar os fermentos para o pão, os ingredientes para os risottos e, finalmente, moldar e fritar os arancini. Foi muito bom partilhar algumas horas com pessoas que, tal como eu, têm a paixão pela cozinha e adoram convívios culinários.
Desta formação ficou a vontade de fazer em casa o fermento natural, isco ou massa-mãe. Fui beber mais ensinamentos ao blogue do Filipe Frazão, Chilli com Todos, um blogue de referência para mim.

E cá está um pão rústico, delicioso e que inspira saúde.

Pão de Sementes

3

5

Lievito Madre (fermento natural/ massa mãe)

Segundo o Filipe, “usar farinha biológica integral aumenta em muito a probabilidade de sucesso do starter. As farinhas integrais contém fungos importantes para o metabolismo da bactéria ácido-láctica, promovendo assim a fermentação natural. Como as farinhas não biológicas são lavadas com fungicidas, esses fungos são eliminados, reduzindo a probabilidade de sucesso. Em relação à água o princípio é semelhante, o cloro presente na água da torneira acaba por eliminar também os fungos que queremos preservar. A ideia é tentar manter a integridade biológica do starter nos seus primeiros dias de vida. Por isso usem água engarrafada e farinha biológica pelo menos nos primeiros dias, até o seu estado de fermentação ser suficientemente forte.”

Tal como o Filipe, eu fiz um starter de centeio.

Dia 1

  • 25g de farinha de centeio integral bio
  • 50g de água mineral a 35ºC/95°F

Total: 75g

“Misture a farinha e a água com os dedos num recipiente à parte até obter uma mistura pastosa (antes de misturar lave as mãos com pouco sabão). De seguida transfira essa mistura para o frasco, feche-o e reserve num local morno até o dia seguinte, longe de correntes de ar. Nunca o coloque directamente em cima de uma fonte de calor nem ao sol. Os fungos morrem a partir dos 60°. (As nossas mãos contém a bactéria lactobacillus sanfranciscensis, uma das bactérias presentes no sourdough, por isso é importante misturar com os dedos)

Dia 2

  • (75g do dia anterior)
  • 25g de farinha de centeio integral bio
  • 50g de água mineral a 35ºC/95°F

Total: 150g

Misture a farinha e a água num recipiente à parte. Transfira essa mistura para o frasco e envolva-a com a mistura do dia anterior. Feche o frasco e reserve num local morno até o dia seguinte.

Algumas bolhas devem começar surgir na superfície ao fim do segundo dia.

Dia 3

  • (150g do dia anterior)
  • 25g de farinha de centeio integral bio
  • 50g de água mineral a 35ºC/95°F

Total: 225g

Misture a farinha e a água num recipiente à parte. Transfira essa mistura para o frasco e envolva-a com a que já está lá dentro. Feche o frasco e reserve num local morno até o dia seguinte.

No terceiro e quarto dias começa a ocorrer um arejamento da massa, visível pela formação de bolhas nas laterais do frasco, uma estrutura semelhante a favos de mel.

Dia 4

  • (225g do dia anterior)
  • 50g de farinha de centeio integral bio
  • 50g de água mineral a 35ºC/95°F

Total: 325g

Misture a farinha e a água num recipiente à parte. Transfira essa mistura para o frasco e envolva-a com a que já está lá dentro. Feche o frasco e reserve num local morno até o dia seguinte.

Ao fim do quarto dia temos um starter com um aroma frutado e avinagrado e apresenta muitas bolhas. Está cheio de vida, repleto de fungos e ácido-láctico, pronto a ser usado na produção de pão!

No entanto, alguns starters podem levar mais tempo a desenvolver-se e a razão principal pode ser a temperatura. Se for o caso, espere mais um dia ou dois e mude o frasco para um local mais quente.” *

*fonte

Pão de Sementes com Lievito Madre (receita by Ana Simas)

Ingredientes:

  • 170g de grão e/ou flocos (usei centeio e trigo integral)+0,3 l de água+sal
  • 20 g de fermento natural (lievito madre)+ um pouco de água+um pouco de farinha T65
  • 500 g de farinha T65 + 20 g de sementes (usei girassol)+20 de erva doce ou de coentros

Preparação: 

  1. Dissolver o sal na água e juntar os grãos/flocos.
  2. Misturar o fermento com a água e a farinha e deixar levedar cerca de meia hora.
  3. Misturar a farinha com as sementes.
  4. Misturar tudo, juntar a água necessária e amassar muito bem.
  5. Polvilhar com farinha e deixar levedar cerca de 12 horas dentro de uma taça.
  6. Ao fim deste tempo, virar a massa (a massa abate) e deixar levedar mais 2 ou 3 horas.
  7. De preferência, usar uma base de ferro para cozer o pão.
  8. Aquecer bem a base, colocar a massa na base e levar a forno pré-aquecido a 180 ºC. Colocar uma taça com água dentro do forno.
  9. Coze cerca de hora e meia.

04

2

Showcookings Supermercado Guarita revisitados

Este mês de junho,  dinamizei vários showcookings  nos quatro Supermercados Guarita da ilha Terceira, todos associados a esta nova parceria com a empresa. Cada um dos supermercados foi palco de dois showcookings diferentes, onde os Produtos Regionais receberam destaque. A primeira sequência de showcookings elegeu a Charcutaria e o Talho. Foram confecionadas duas entradas, um prato principal com acompanhamentos e uma sobremesa.  Ainda no âmbito dos produtos regionais, mas seguindo uma vertente mais saudável, teve início a segunda sequência de momentos culinários. Em ambas o sabor e a apresentação dos pratos foram premissas importantes. Os olhos foram, de facto, os primeiros a saborearem as receitas confecionadas. No final de cada showcooking ocorreu o registo fotográfico e a prova de degustação. Esta foi uma experiência muito interessante, da qual faço um balanço muito positivo por vários fatores: pelo apoio da equipa de cada loja, pelo entusiasmo e comparência dos participantes e pelo retorno recebido por parte dos diferentes gerentes de loja e corpo administrativo da empresa.

Partilho convosco as fotos dos oito grupos de participantes e dos pratos confecionados.

Diapositivo1

Diapositivo9Diapositivo3Diapositivo2

Diapositivo14

Diapositivo8IMG_7355Diapositivo6

Diapositivo4

Diapositivo11

Diapositivo12

Diapositivo10

Diapositivo7

Diapositivo5

Diapositivo13