Barcos à vela

Com a aproximação do verão, os dias querem-se descomplicados e relaxantes. As refeições seguem, por norma, este ritmo, sendo a sugestão de hoje uma deliciosa entrada que agrada a adultos e crianças e enfeita uma mesa, mesmo que esta não se caracterize por pratos elaborados, mas que aposte no sabor e no lema de que “os olhos são os primeiros a comer”.

Bruschetta de pasta de tomate seco, queijo Philadelphia e morangos

Barcos à vela de tomate seco, queijo creme e morangos

Para executar esta receita irá necessitar dos seguintes ingredientes:

  • Queijo creme (Philadelphia)- pode substituir por queijo fresco
  • Pão de baguete ou tostas Dulcesol de tomate e orégãos
  • Pasta de tomate seco
  • Morangos laminados

Preparação

  • Fatie pão de baguete e leve a torrar no forno ou na torradeira. Deixe arrefecer um pouco. Eu optei por utilizar tostas da marca Dulcesol de tomate e orégãos.
  • Barre o centro de cada torrada com pasta de tomate seco (para obter esta pasta, compre um frasco de tomate seco em azeite e ervas e leve a triturar todo o seu conteúdo até formar uma pasta)
  • Barre depois com um pouco de queijo creme ou disponha uma fatia de queijo fresco em cima da pasta de tomate seco.
  • Termine com morangos laminados (como que a simular a vela de um barco) ou então cortados aos pedacinhos ou às rodelas e decorados com folhas de manjericão.

Barcos à vela de tomate seco, queijo creme e morangos

E o mês de março começa com empadas e empadinhas

As empadas constituem um dos meus salgados favoritos. Estas podem ser grandes e ocupar uma assadeira inteira. Podem ser pequenas e ter imensos formatos. São petisco e são refeição, especialmente se forem acompanhadas de uma saladinha. Os ingleses adoram-nas e fazem-nas com variados recheios, sendo o mais famoso o de borrego, conhecida como Shepherd’s Pie.

Uma vez que este tema é tão apelativo, eu não pude de deixar de participar na edição do mês de março de Dia Um…Na Cozinha, totalmente dedicada às empadas. A minha sugestão recaiu nos legumes e no peixe. As sobras de ratatouille deram o mote e juntaram-se à latinha de atum em caldeirada, que se encontrava na prateleira do armário despenseiro a aguardar utilização.

As tábuas Gradirripas contribuíram sobremaneira para o destaque destas simples mas deliciosas empadas.

Et voilà, as  minhas Empadas de Ratatouille e Caldeirada de Atum!

empadas de ratatouille e caldeirada de atum

empadas de ratatouille e caldeirada de atum

Para o Ratatouille os ingredientes são os seguintes:

  • 1 pimento encarnado
  • 1 cebola
  • 1 beringela
  • 1 courgette
  • 2 tomates
  • 2 dentes de alho
  • 2 folhas de louro
  • Azeite
  • Sal
  • pimenta
  • tomilho fresco
  1. Colocar azeite a aquecer num tacho (o suficiente para um estufado).
  2. Picar 2 dentes de alho, e cortar os restantes legumes, num corte regular e do mesmo tamanho.
  3. Adicionar ao azeite a cebola, a beringela, o pimento e o alho. Juntar tomilho fresco, 2 folhas de louro e temperar com sal e pimenta.
  4. Cortar os tomates, eliminando as sementes, e adicionar a meio da cozedura. Por fim, adicionar a courgette. Ir mexendo e deixar cozinhar. Servir.
  5. Se preferirem fazer a receita no forno, poderão levar todos os ingredientes num tabuleiro ao forno e deixar assar entre 40 a 60 minutos.

Ingredientes para 8 empadas

  • 1 embalagem de massa folhada retangular
  • sobras de ratatouille
  • 1 lata de atum em caldeirada (marca Corretora)
  • gema de 1 ovo para pincelar
  • manteiga para untar as formas

Preparação das empadas

  1. Escolha formas de alumínio pequenas (as que utiliza para fazer queijadas)
  2. Unte as formas com manteiga derretida (utilizo um pincel)
  3. Faça círculos com uma forma ligeiramente maior do que o diâmetro das formas que irá usar.
  4. Forre a forma com o círculo de massa e pique o fundo com um garfo.
  5. Coloque metade da capacidade com pedaços de ratatouille ( legumes assados) e termine com uma colher de chá de caldeirada de atum.
  6. Com uma forma ciclíndrica mais pequena do que o diâmetro da forma onde a empada vai cozinhar (um cortador de bolachas redondo, por exemplo) corte as tampinhas da empada.
  7. Coloque uma tampa em cada empada e aperte os bordos da massa contra os bordos da tampa, selando a empada.
  8. Pincele com gema de ovo.
  9. Leve ao forno, pré-aquecido, a 200ºC cerca de 15 minutos, apenas com a resistência inferior. A 2 minutos do fim da cozedura, ligue a resistência superior.

 

empadas de ratatouille e caldeirada de atum

12545906_487750298074841_422959187_o

empadas de ratatouille e caldeirada de atum

empadas de ratatouille e caldeirada de atum

Logotipo Dia Um... Na Cozinha Março 2016

 

Bruschettas de ovo, tomate e alcaparras

A bruschetta caracteriza-se por ser um tipo de sandes aberta que recebe toppings variados. É normalmente confecionada com fatias de pão escuro, apresentando uma códea rústica dura. O pão deve ser cortado em fatias baixas, tostado na grelha, barrado com alho fresco e azeite e temperado com uns pozinhos de sal e pimenta. A cobertura da fatia pode conter desde os ingredientes mais básicos aos mais sofisticados, mas confere sempre destaque a produtos frescos, de época.

O Foodwithameaning aceitou novamente o desafio de “Dia Um… Na Cozinha” e trouxe a esta 28ª edição deliciosas bruschettas de ovo, tomate e alcaparras, com um leve toque de chili e erva-doce.

Deliciem-se, então, com a minha proposta!

bruschettas de ovo, tomate e alcaparrasbruschettas de ovo, tomate e alcaparras

Logotipo Dia Um... Na Cozinha - Setembro 2015

Ingredientes

6 ovos
6 tomates médios bem maduros
1 cebola pequena ou 1/2 média
2 dentes de alho
1/2 malagueta pequena
alcaparras ( 2 colheres de sopa)
sal q.b.
azeite q.b.
salsa picada
moinho de pimentas
1 colher de café rasa de erva-doce moída
1 dente de alho para o pão

1. Retirei a pele aos tomates e à malagueta e triturei-os ligeiramente com a varinha mágica.
2. Fiz um refogado em azeite com a cebola e alho.
3. Adicionei o tomate e a malagueta, temperei e deixei cozinhar até secar quase completamente os sucos.
4. À parte, bati com um fouet os ovos. Temperei-os com sal, pimenta e erva doce. Adicionei-os ao preparado anterior. Misturei tudo. Fui mexendo até os ovos se encontrarem cozinhados.
5. Adicionei as alcaparras. Envolvi.
6. Coloquei o preparado numa travessa e polvilhei com salsa.Reservei.
7. Cortei o pão às fatias e levei ao forno, torrando-o de ambos os lados.Para ser mais rápido, poderá utilizar a torradeira.
8. Esfreguei o alho em cada fatia e pincelei com azeite.
9. Coloquei as fatias de pão numa travessa e preenchi-as com o preparado de ovos. Servi de imediato.

6 ovos 6 tomates médios bem maduros 1 cebola pequena ou 1/2 média 2 dentes de alho 1/2 malagueta pequena alcaparras ( 2 colheres de sopa) sal q.b. azeite q.b. salsa picada moinho de pimentas 1 colher de café rasa de erva-doce moída 1 dente de alho para o pão 1. Retirei a pele aos tomates e à malagueta e triturei-os ligeiramente com a varinha mágica. 2. Fiz um refogado em azeite com a cebola e alho. 3. Adicionei o tomate e a malagueta, temperei e deixei cozinhar até secar quase completamente os sucos. 4. À parte, bati com um fouet os ovos. Temperei-os com sal, pimenta e erva doce. Adicionei-os ao preparado anterior. Misturei tudo. Fui mexendo até os ovos se encontrarem cozinhados. 5. Adicionei as alcaparras. Envolvi. 6. Coloquei o preparado numa travessa e polvilhei com salsa.Reservei. 7. Cortei o pão às fatias e levei ao forno, torrando-o de ambos os lados.Para ser mais rápido, poderá utilizar a torradeira. 8. Esfreguei o alho em cada fatia e pincelei com azeite. 9. Coloquei as fatias de pão numa travessa e preenchi-as com o preparado de ovos. Servi de imediatobruschettas de ovo, tomate e alcaparras

Um padrão florido…

Diapositivo5

Dou muito valor a quem acredita na agricultura biológica, pois estas pessoas sabem que estão a investir na sua saúde e na de quem adquire os seus produtos. É o caso da Quinta BioFontinhas, de Avelino Ormonde, que tem uma postura inovadora no contexto da agricultura regional.

No sábado passado, tive a oportunidade de adquirir as famosas saladas do Avelino e de conversar um pouco com este mestre da arte do equilíbrio através das plantas. Deste encontro, surgiu esta salada colorida e outra receita que publicarei em breve com um ingrediente muito sui generis, uma gentil oferta do Avelino.

Esta salada é muito simples de confecionar porque quando os ingredientes são de qualidade não há necessidade de se juntar muitos mais.

 

Diapositivo2

salada de baby-leaf com tomate seco, cajus e flores

Salada baby-leaf com tomate seco, caju e flores

  • Mix de folhas-bebé para saladas Biofontinhas (alface, rúcula, agrião, acelga…)
  • tomate seco conservado em azeite
  • Caju
  • flores comestíveis (chagas); poderão substituir por amores-perfeitos
  • Orégãos frescos
  • molho (1 parte de sumo de lima para 3 de azeite; 1 colher de sobremesa de mel; tomilho fresco)
  • sal de mesa

Disponha numa saladeira, ou numa travessa, a mistura de folhas para saladas. Corte pequenas tiras de tomate seco e junte às folhas. Tempere com sal.  Decore com cajus torrados salgados. Regue com o molho. Polvilhe a salada com orégãos frescos. Disponha as flores. Sirva de imediato.

Diapositivo1Diapositivo4

Em modo bruschettas

Volto, hoje, com mais uma entrada, que poderá servir de sugestão para os convívios do fim de semana. Nestes, os canapés marcam muitas vezes presença e são entrada e, tantas vezes, prato principal, especialmente quando devidamente regados por um vinho branco, verde ou rosé fresquinhos e por uma boa conversa. Estas bruschettas de presunto constituíram uma das receitas que desenvolvi no último workshop do DeBorla-Terceira e caracterizam-se por ser de confeção fácil e rápida. A pedido de muitas famílias, em especial daquelas que não puderam participar neste último workshop, por falta de vaga, prometi ir partilhando as receitas executadas e interceder para que se realize em breve outro evento com a mesma temática. Para já fica apenas a receita.

Estas bruschettas são tentadoras, não acham?

bruschettas de presunto e queijo mozarella

Bruschettas de presunto, mozarela, tomate e menta

bruschettas

Ingredientes
1 pão de cacete
12 fatias de presunto (para 24 bruschettas)
3 queijos mozarella frescos
tomate capucho ou tomate cereja
1 dente de alho
azeite
ervas aromáticas a gosto (usei folhas de menta)

Preparação

1. Lava-se o tomate e pica-se aos pedacinhos. Tempera-se com azeite, vinagre balsâmico e sal. Aromatiza-se com pedaços de folhas de menta ou tomilho-limão ou orégãos ou manjericão. Reserva-se.
2. Corta-se a baguete em fatias com a grossura de um dedo. Levam-se a tostar ligeiramente de ambos os lados numa tostadeira-grill.
3. Descasca-se o alho, corta-se a ponta e esfrega-se o pão.
4. Pincela-se o pão com azeite.
5. Dispõem-se as fatias de queijo mozarela, cortadas às rodelas, em cima das fatias de pão, o presunto e por fim o tomate escorrido. Finaliza-se com um apontamento de manjericão ou menta.

Fiquem Bem!