Welcome April!

waffles_foodwithameaning

waffles_foodwithameaning

Hoje o dia amanheceu radioso para dar as boas-vindas ao mês de Abril. Houve, assim, tempo apanhar flores selvagens e para um pequeno almoço demorado com três crianças à mesa. As festas de pijama com a prima, que está cá de férias, pedem sempre pequenos-almoços apetitosos. Desta vez, as waffles foram as escolhidas. A massa rendeu tantas waffles ao ponto de ainda servirem de sobremesa para o almoço, agora já acompanhadas de gelado de nata marmoreado com coulis de morangos e de xarope de morango. As crianças adoraram e os adultos também!

waffles_gelado de nata e coulis de morango_foodwithameaning

waffles_gelado de nata e coulis de morango_foodwithameaning

waffles_gelado de nata e coulis de morango_foodwithameaning

Para as waffles:

Ingredientes

  • 2 ovos
  • 1 chávena e ¾ de leite
  • 2 colheres de sopa de açúcar
  • ¼ colher de chá de sal
  • 1 vagem de baunilha
  • 2 chávenas de farinha com fermento
  • 1 colher de de chá de fermento

Preparação

1.Pré-aqueça a máquina de waffles.

2. Numa tigela, junte todos os ingredientes secos.

3. Vá juntando adicionando os restantes ingredientes e mexendo vigorosamente com recurso a uma vara de arames (fouet). 

4. Unte a forma das waffles com óleo em spray ou pincele-a. Encha a forma de waffles até 2/3 da capacidade.  Feche a máquina e siga o tempo de cozedura constante do manual de instruções.

Sirva as waffles com o gelado de nata, o coulis de morango ou com xarope de morango.

 

Para o gelado de nata:

Ingredientes 

  • 400 g de nata fresca
  • 2  iogurtes gregos
  • 250 g de açúcar em pó

 

Preparação do gelado

1. No liquidificador tradicional, ou no copo da Bimby, triturei a fruta até ficar com pedacinhos muito pequenos.
2. Adicionei o açúcar. Marquei 1 Min. Vel. 5.

3. Com a batedeira, bati as natas até ficarem fofas. Adicionei-lhes os iogurtes. Misturei tudo muito bem com a batedeira.

4. Coloquei a mistura no congelador num recipiente com tampa.

5. Passada uma hora, retirei o gelado do congelador e mexi-o com uma colher de pau para destruir os cristais de gelo. Voltei a colocá-lo no congelador. Voltei a repetir este procedimento uma hora depois.

Para o coulis de morango

  • 100 g de morangos triturados (frescos ou congelados)
  • 80 g de açúcar
  • meia folha de gelatina
  • 1 colher de sopa de sumo de lima ou de limão
  • 1/3 copo de água

Preparação do coulis

1. Demolhei a gelatina durante 5 minutos numa tacinha com um terço de copo de água fria.

2. Coloquei os ingredientes no copo. Triturei na vel. 5-7-9 e programei 5 min, 100 C, vel. 2.

3. Juntei a gelatina espremida e misturei uns segundos na vel. 3.

Dica: Gosto de adicionar algum coulis ao gelado na última vez que o mexo antes deste congelar totalmente. Tal como para o bolo mármore, risco o gelado com coulis, ficando assim com um efeito marmoreado.

Servi o gelado de nata e de morango com xarope de morango e granola.

waffles_gelado de nata e coulis de morango_foodwithameaning

waffles_foodwithameaning

Bem-vindo mês de abril!

Ninhos de ovos feitos a quatro mãos…. Votos de uma Doce Páscoa!

Ontem a minha filha chamou-me à cozinha e disse: -Mãe, vem ver o meu blogue!

Eu fiquei pasmada quando cheguei à bancada e vi um pano da loiça bordado, que ela tinha ido buscar à gaveta,  com quatro maçãs dispostas em cada ponta do pano e quatro morangos selvagens no centro.

– Preciso da máquina, depressa! – afirmou com altivez, como se as maçãs e os morangos se fossem dissipar a qualquer momento.

– Vai buscá-la, sim? Eu fui, claro. Era urgente. Deixei que ela tirasse algumas fotografias e, depois, tirei eu outras. Ficou assim registado o momento.

– É a nossa sobremesa. Somos quatro. O outro morango comi-o, pois não precisávamos dele, certo?

Achei imensa graça  a esta iniciativa. Mostra que os nossos filhos aprendem mais através da imitação dos nossos comportamentos do que através das nossas palavras.

Depois disto, propus-lhe um art-attack. Ela adora estas iniciativas conjuntas.

Estava decidido, iríamos fazer ninhos de ovos nesta Páscoa.

Diapositivo2

 Diapositivo2

Ingredientes

2 tabletes de chocolate de leite (usei marca Continente)
muesli ou cornflakes a gosto para envolver o chocolate
amêndoas a gosto
forminhas de queijada (em papel vegetal)

Preparação

Fomos buscar ao armário despenseiro duas tabletes de chocolate de leite, com 100 g cada, partimos o chocolate aos pedaços para dentro de uma tigela e levámos ao micro-ondas com intervalos de 30 segundos, evitando que o chocolate queimasse.

Nota.É importante nunca deixar que o chocolate derreta todo. Por norma, devemos deixar alguns pedaços ainda consistentes para que ao mexer com a colher se proceda à união entre as duas temperaturas do chocolate: o já derretido e o ainda sólido.

Adicionámos o muesli e, com uma colher, envolvêmo-lo no chocolate até estar tudo muito bem misturado.

Dispusemos duas colheres de chá desta mistura em cada forminha de queijada e com a colher demos a forma de ninho.

Colocámos as amêndoas no centro do ninho.

Levámos ao frigorífico a solidificar cerca de meia hora.

Estão prontos os ninhos.

Diapositivo1

Votos de uma Páscoa muito feliz!

Diapositivo1

Batido de kefir e uva da serra

Quero dias cor-de-rosa
Quero dias azuis
Quero mares calmos.
Quero ar livre, descanso e calor
Chega de frio
Chega de vento
E chega de dias molhados de cinzento

Batido de kefir e uva da serra_foodwithameaning

O kefir é presença obrigatória em todos os meus pequenos almoços.
Normalmente consumo-o puro com granola. Outras vezes, adoço-o com frutas, mel ou compotas.
Esta combinação que hoje trago é uma das minhas favoritas. Não sendo a altura das bagas de uva da serra, optei por fazer o batido com uma porção desta fruta congelada. Igualmente delicioso.
Poderão optar por quaisquer outros frutos, mas pessoalmente elejo os frutos vermelhos os silvestres e os tropicais.

Vamos então à humilde receita.

Ingredientes para um copo

300 ml de kefir (de 24 horas)
2 colheres de sopa de bagas
1 colher de sopa de mel
1 colher de sopa de compota de frutos silvestres ou vermelhos

Coloca-se todos os ingredientes no copo da varinha mágica ou num copo liquidificador e tritura-se até se obter a consistência desejada.

Batido de kefir e uva da serra_foodwithameaning

Experimentem este batido fresquinho. Ainda fica mais saboroso.

Outra sugestão de batido com kefir/quefir.

Panquecas com kefir

Biscoitos de Muesli no saco da merenda

Biscoitos de muesli_foodwithameaning

Estes são os biscoitos que serviram de merenda a um dos passeios que fiz há pouco tempo com os meus rebentos. Lanchar ao ar-livre é sempre um prazer e as crianças adoram estes piqueniques improvisados. Ficam tão felizes e comem com mais vontade, mesmo que a lancheira não contemple a variedade de um piquenique de faca e garfo.
Este teve direito a biscoitos nutritivos, ricos e tenros que foram acompanhados com leite achocolatado. Uma pausa nas brincadeiras. Um restabelecer saudável de energias.

Antes de irem para o forno

Biscoitos de muesli_foodwithameaning

Ingredientes

250 g de farinha
100 g manteiga amolecida
100 g açúcar
2 ovos
120 g de muesli

Preparação na Bimby

1. Inserir todos os ingredientes no copo e marcar 30 Seg Vel. 6.

2. Forrar o tabuleiro do forno com papel vegetal.

3. Colocar uma colher de sopa cheia de massa para cada biscoito.

4. Achatar com uma colher até prefazer a altura de um centímetro.

O forno deve ter sido previamente aquecido a 200 ºC.

Na altura de se colocar os biscoitos no forno deve baixar-se a temperatura para 180 ºC.

Cozem durante 20 minutos. O tempo de cozedura variará consoante o forno e o tamanho dos biscoitos.

É aconselhável vigiá-los.

O tabuleiro deve estar colocado a uma altura de meio forno, para evitar que  queimem por baixo.

Preparação tradicional

Num alguidar, misturar a manteiga amolecida com o açúcar e os ovos. Adicionar aos poucos a farinha e o muesli. Amassar até todos os ingredientes estarem bem incorporados.Seguir os passos 2, 3 e 4 acima numerados.

Vai um biscoitinho?

Biscoitos de muesli_foodwithameaning

Granola torrada e iogurte com sabor a máquina fotográfica

Inspirei-me nos pequenos-almoços de outono da nossa querida Sophie Dahl. Cada vez gosto mais das suas voluptuosas receitas.

Adaptei a receita de granola torrada de Miss Dahl, utilizando ingredientes que dispunha em casa.

Antes de tirar esta foto, e como gosto de ver tudo bem ao perto, a máquina fotográfica escorregou-me das mãos e caiu em cheio dentro da taça de iogurte. Imaginem a minha cara de pânico. Pensei logo:” Era uma vez uma lente!”. Mas, recorri aos reflexos rápidos de mãe e, no mesmo instante, retirei a máquina do iogurte e comecei a limpar os resíduos com papel de cozinha, cotonetes e álcool. Ao mesmo tempo que fazia esta operação, pensava que esta máquina teria tido poucos meses de vida e que juntar-se-ia à antiga, que caiu no chão e entortou a lente (resumindo, adeus máquinas). Tenho qualquer problema com lentes, portanto. Na versão do meu marido, estas coisas acontecem porque faço tudo às pressas. E tem razão. O ideal seria se o nomeasse “fotógrafo oficial” do blogue, mas não o estou a ver com paciência para esse cargo. Resta-me ter mais cuidado para a próxima. Felizmente desta vez tive sorte. A máquina está limpa e operacional. O meu filho, que assistiu ao momento fatídico, disse-me: Mãe, agora quando fores escrever a receita no blogue não te esqueças de dizer que criaste um iogurte com aroma a máquina fotográfica. Confesso que naquele momento não achei graça nenhuma a este comentário.

Ingredientes

óleo para untar o tabuleiro (adicionei também duas colheres de sopa de óleo aos cereais)

200 g de flocos de aveia

70 g de pevides (utilizei cerca de 3 colheres de sopa de pevides de abóbora)

50 g de amêndoa laminada ( utilizei amendoins com sal)

50 g de côco ralado (utilizei 100 g)

100 g de cornflakes ( a receita original não previa este ingrediente)

50 g de sultanas ( a receita original não previa este ingrediente)

50 g de bagas goji ( a receita original não previa este ingrediente)

2 colheres de sopa de sumo de maçã (utilizei um pacote de sumo, cerca de 200ml)

2 colheres de chá de extrato de baunilha

160 g de xarope de agave ou mel ( coloquei 4 colheres de mel bem cheias e 2 de melaço)

1 colher de sopa de canela moída (coloquei 2)

1 pitada de noz-moscada recém moída ( raspei meia noz-moscada)

1 colher de chá de pimenta-da-jamaica ( não coloquei)

100 g de damascos  secos cortados (utilizei as sultanas e as bagas goji em substituição)

maçã e banana desidratadas a gosto (a receita original não contemplava)

Modo de Preparação

Aqueci previamente o forno a 180ºC e untei o tabuleiro.

Numa tigela, misture todos os ingredientes secos, à exceção das sultanas e das bagas goji.

Em outra tigela, misturei todos os ingredientes molhados e as especiarias.

Juntei os ingredientes secos aos molhados.

Espalhei a mistura no tabuleiro de forma regular, usando uma espátula para alisar.Levei ao forno cerca de 40 minutos, vigiando sempre e mexendo a mistura para esta torrar homogeneamente.

A faltar cinco minutos do fim, adicionei as sultanas e as bagas goji.

Deixei arrefecer e guardei a granola num frasco hermético.

Costumo misturar a granola no leite, no iogurte ou então  petiscá-la diretamente do frasco. Acreditem, esta granola caseira tornou-se um vício.

Um resto de boa semana!

Patrícia