Tapenade com planta do gelo e bolacha de algas em dia de feriado

Hoje, comemoramos o feriado de 5 de outubro, que celebra a Implantação da República Portuguesa, datada de 1910, e o fim do regime monárquico então vigente. Este dia relembra também a assinatura do Tratado de Zamora em que Afonso VII de Leão e Castela reconhecia Portugal como reino independente em 1143.  Estas são duas boas razões para se trazer aqui hoje uma entrada dedicada a este país à beira-mar plantado. Eis uma sugestão bem marisqueira, que conjuga as anchovas, a azeitona e o azeite,  produtos tão portugueses e a planta do gelo, com notório sabor a frutos do mar.

Tapenade com planta do gelo e bolacha de algas

Tapenade com planta do gelo (da Quinta Biológica Bio Fontinhas)

(poderão encontrar esta tábua de servir na sua loja DeBORLA)

Ingredientes
• 200g de azeitonas pretas sem caroço
• 2 colheres de sopa de alcaparras
• 2 dentes de alho pequenos
• 10 colheres de sopa de azeite
• 1 limão (sumo e raspa)
• Sal q.b.
• Planta do gelo ( 2 raminhos para a tapenade e outros dois para decorar)- gentilmente cedida pela Quinta Biológica BioFontinhas

Preparação
Coloque numa picadora as azeitonas, as alcaparras, a planta do gelo – que incluirá um toque de sabor a mar- e os dentes de alho . Acrescente algumas raspas de limão, parte do sumo e o azeite. Triture e prove para conferir o sabor. Tempere com sal e ajuste o sumo e raspa de limão, se desejar. Decore com raminhos de planta do gelo. Sirva com bolachinhas de algas. Estas bolachas não contêm ovo, leite, aditivos, mas têm alto teor em fibra e em gorduras insaturadas. São adoçadas com melaço de cana. Vêm em embalagens de 4 saquetas com 4 bolachas integrais e são da marca Cem Porcento.

Tapenade com planta do gelo (da Quinta Biológica Bio Fontinhas)

Uma entrada surpreendente…flores de hóstias com salmão

As Prawn Crackers são um aperitivo chinês muito apreciado. Este consiste em camarão sob a forma de rodelas duras e translúcidas, parcialmente cozidas a vapor e secas no forno, fabricadas a partir de amido, água, sal, açúcar (cerca de 4 %), camarões (cerca de 5 %) e intensificadores de sabor. Costuma ser presença obrigatória nos restaurantes chineses, servindo de acompanhamento. Com o intuito de utilizar as hóstias como entrada, uma das sugestões do workshop que dinamizei sobre Tapas Gourmet, conferi-lhes outra roupagem, através da sua combinação com salmão fumado e queijo creme. Ninguém resistiu à junção dos diferentes elementos, nesta entrada que para além de fácil e saborosa recebeu desta forma um toque mais gourmet.

Hóstias de camarão com salmão fumado

Hóstias de Camarão com queijo creme, truta salmonada e cuca melon (micro pepino da Quinta do Ti Canoa)

Ingredientes:

  • Hóstias de camarão (1 embalagem de Prawn Crackers)
  • Óleo para fritura (de pref. de amendoim)
  • Salmão fumado
  • Ovas de salmão ou de esturjão (caviar)
  • 1 embalagem de queijo creme
  • Raspa e sumo de lima
  • Rama de funcho ou de endro
  • Cebolinho 

Coloque uma quantidade considerável de óleo de amendoim ou de girassol no wok ou na fritadeira e aqueça-o  até atingir 170ºC.

Insira as rodelas de prawn crackers no óleo quente e quando elas vierem à superfície (já crescidas e brancas) retire. Se demorarem muito tempo no fundo da fritadeira é sinal que o óleo não registava a temperatura adequada.

Coloque as hóstias sob papel absorvente e sirva de seguida. Se utilizar as prawn crackers como base para tapa, como acontece nesta receita, deixe-as arrefecer ligeiramente antes de as rechear.

 

Recheio:

Sugestão 1.

Misture uma embalagem de queijo creme com raspa e sumo de lima a gosto. (Se adicionar uma colher de sopa de queijo creme de alho e ervas enriquecerá o sabor).

Coloque uma colher de chá de recheio no centro da hóstia e faça assentar no centro rolinhos de salmão fumado, abrindo ligeiramente o rolinho para simular uma rosa. Termine com um raminho de funcho ou de endro.

ou

Sugestão 2.

Coloque o recheio num saco de pasteleiro com bico redondo. Corte tiras de salmão fumado e recheie-as em todo o comprimento com o creme de queijo. Enrole e dê um nó com cebolinho. Assente um rolinho em cada hóstia de camarão e termine com um raminho de funcho ou de endro.

Hóstias de Camarão com queijo creme, truta salmonada e cuca melon (micro pepino da Quinta do Ti Canoa)

(da apresentação também fazem parte metades de micro-pepino cuca melon)

Workshop Tapas Gourmet… na loja DeBORLA da Terceira

Ontem à tarde, dinamizei, na loja DeBORLA da Terceira, um workshop intitulado Tapas Gourmet. Apesar do calor que se fazia sentir, as diferentes sugestões de tapas foram sendo elaboradas com a ajuda preciosa dos participantes, que se voluntariaram para a execução das diversas receitas. Foi uma tarde Non-Stop à qual se seguiu a prova de degustação dos pratos confecionados.
Obrigada à empresa DeBORLA por confiarem neste meu gosto pela cozinha!

Gostaria também de agradecer aos proprietários da Salsicharia Tradicional Bísaro, sediada na aldeia de Gimonde, em Bragança, pela cedência de diverso fumeiro para degustação no workshop; ao amigo Avelino Ormonde, proprietário da Quinta Biológica Bio-Fontinhas por ter disponibilizado a planta do gelo e flores comestíveis; são sempre enriquecedores os momentos que passo com o Avelino e sua esposa; aprendo imenso com eles em termos de cultura biológica, variedade de plantas e seus benefícios.

Deixo um agradecimento muito especial ao meu vizinho Rodrigo Silva, proprietário da Quinta Biológica Ti Canoa, por me ajudar a enriquecer os workshops com apontamentos diferentes, desta vez materializados nas flores comestíveis, nas amoras, nos micro verdes de rabanete e de manjericão e no cuca melon (micro pepino), que acompanhou exemplarmente a entrada de truta salmonada, acrescentando-lhe ainda mais crocância, cor e sabor.

Partilho então convosco as fotos que tirei das tapas confecionadas.

&

Blinis com Anko (paté de feijão Azuki) com fumeiro da Salsicharia Transmontana Bísaro, nectarina e amora (da Quinta do Ti Canoa)

Colheres de massa folhada com paté de cavala e tomate seco com topping de anchova e micro manjericão

Colheres de massa folhada com paté de cavala e tomate seco com topping de anchova e micro manjericão

Colheres de massa folhada com paté de cavala e tomate seco com topping de anchova e micro manjericão

Falafel com maionese e kumquat

Falafel com maionese e kumquat

 

Falafel com maionese e kumquat

 

Fumeiro (lombinho, cachaço e salpicão) da Salsicharia Tradicional Bísaro com micro manjericão verde e roxo da Quinta do Ti Canoa

Fumeiro (lombinho, cachaço e salpicão) da Salsicharia Tradicional Bísaro com micro manjericão verde e roxo da Quinta do Ti Canoa

Fumeiro (lombinho, cachaço e salpicão) da Salsicharia Tradicional Bísaro com micro manjericão verde e roxo da Quinta do Ti Canoa

Hóstias de Camarão com queijo creme, truta salmonada e cuca melon (micro pepino da Quinta do Ti Canoa)

Hóstias de Camarão com queijo creme, truta salmonada e cuca melon (micro pepino da Quinta do Ti Canoa)

Hóstias de Camarão com queijo creme, truta salmonada e cuca melon (micro pepino da Quinta do Ti Canoa)

Tapenade com planta do gelo (da Quinta Biológica Bio Fontinhas)

Tapenade com planta do gelo (da Quinta Biológica Bio Fontinhas)

Tapenade com planta do gelo (da Quinta Biológica Bio Fontinhas)

Tapa de Camarão Picante com abacaxi e molho de manga (decoração com micro verdes de rabanete e hemmerocallis)

Tapa de Camarão Picante com abacaxi e molho de manga (decoração com micro verdes de rabanete e flor comestível)

Tapa de Camarão Picante com abacaxi e molho de manga (decoração com micro verdes de rabanete e flor comestível)

 

Barcos à vela

Com a aproximação do verão, os dias querem-se descomplicados e relaxantes. As refeições seguem, por norma, este ritmo, sendo a sugestão de hoje uma deliciosa entrada que agrada a adultos e crianças e enfeita uma mesa, mesmo que esta não se caracterize por pratos elaborados, mas que aposte no sabor e no lema de que “os olhos são os primeiros a comer”.

Bruschetta de pasta de tomate seco, queijo Philadelphia e morangos

Barcos à vela de tomate seco, queijo creme e morangos

Para executar esta receita irá necessitar dos seguintes ingredientes:

  • Queijo creme (Philadelphia)- pode substituir por queijo fresco
  • Pão de baguete ou tostas Dulcesol de tomate e orégãos
  • Pasta de tomate seco
  • Morangos laminados

Preparação

  • Fatie pão de baguete e leve a torrar no forno ou na torradeira. Deixe arrefecer um pouco. Eu optei por utilizar tostas da marca Dulcesol de tomate e orégãos.
  • Barre o centro de cada torrada com pasta de tomate seco (para obter esta pasta, compre um frasco de tomate seco em azeite e ervas e leve a triturar todo o seu conteúdo até formar uma pasta)
  • Barre depois com um pouco de queijo creme ou disponha uma fatia de queijo fresco em cima da pasta de tomate seco.
  • Termine com morangos laminados (como que a simular a vela de um barco) ou então cortados aos pedacinhos ou às rodelas e decorados com folhas de manjericão.

Barcos à vela de tomate seco, queijo creme e morangos

A Primavera dentro de um prato

A primavera chegou e com ela veio a vontade de pratos leves, cheios de cor e de sabor. Este patê vegetariano insere-se nestas categorias todas, caracterizando-se por ser uma agradável surpresa e uma opção diferente, se o compararmos com as pastas convencionais.

Let it be Spring!

(o pratinho da foto só podia ser da loja DeBORLA, claro!)

Patê de Cenouras e Brócolos

paté de cenoura e brócolos

Ingredientes

  • 1 cenoura em juliana
  • raminhos de brócolos ( o equivalente a 2 flores)
  • 1 embalagem de queijo ricotta (200 g)
  • 100 g de queijo creme com alho e ervas
  • azeitonas recheadas com pimento a gosto
  • cebolinho
  • 2 ou 3 folhas de hortelã-pimenta
  • pimenta preta
  • 1 pitada de endro
  • 1 fio de azeite
  • sal

Preparação

1. Coze-se a cenoura em juliana e os brócolos em água e sal. Escorrem-se e deixam-se arrefecer totalmente.

2. Misturam-se os dois queijos numa tigela com recurso a uma colher.

3. Picam-se muito bem as azeitonas  com uma faca. Juntam-se aos queijos.

4. Junta-se metade dos brócolos  e mexe-se muito bem até que os brócolos se desfaçam quase totalmente.

5. Adiciona-se a cenoura cozida, metade do cebolinho e as folhas de hortelã-pimenta bem picadinhos. Mistura-se bem.

6. Tempera-se com um fio de azeite, sal, pimenta e endro a gosto.

7. Leva-se ao frigorífico.

8. Na hora de servir, decora-se com o restante cebolinho picado e um raminho de hortelã-pimenta.

Sonhos em tons rosa

Quando vamos dormir, preparamo-nos para repor energias e recarregar baterias para enfrentar mais um dia. Eu, até ver, não sofro de insónias, mas, curiosamente, é no silêncio da noite que escolho ementas para a semana, combino mentalmente ingredientes, penso em receitas, em formas de as apresentar através das fotos e em retalhos de textos que vou lendo pertencentes a diferentes géneros. Por isso, o meu caderno de anotações acompanha-me sempre, bem como a minha agenda. Estes detêm lugar reservado na mesinha de cabeceira e estão sempre prontos para serem confidentes das ideias que vão surgindo.  Trata-se de um bailado que ginastica o cérebro até que a consciência se desliga e eu embarco no sono. Com este vêm os sonhos, alguns mesmo associados a experiências culinárias, que se intrometem em tantos outros temas por vezes incompreensíveis, como são quase sempre os sonhos. Esta receita de hoje, um simples paté de beterraba, fez parte de um sonho, que terminou assim em tons cor-de-rosa. Há sonhos mimosos. Este foi um deles.

Paté de beterraba e pimento encarnado assado

paté de beterraba e pimentos assados_foodwithameaning

Ingredientes

3 colheres de sopa de queijo ricotta
3 colheres de sopa iogurte natural (também fica bem com maionese)
1 colher de sopa de azeite
1 beterraba pequena crua triturada
meio pimento encarnado assado 
cebolinho
noz moscada
pimenta preta
sal

Preparação
1. Leve o pimento a assar no forno ou na brasa. Retire a pele e as sementes. Deixe arrefecer por completo. Poderá optar pelos de compra já prontos a utilizar.

2. Descasque  a beterraba e triture-a com o pimento e o iogurte até formar uma pasta. Convém recorrer a um robô de cozinha.

3. Junte o queijo ricotta, o azeite e tempere com noz moscada, sal e pimenta preta a gosto.

Dica: Pode substituir a beterraba por espinafre cozido e triturado para criar uma versão diferente

paté de beterraba e pimentos assados_foodwithameaning

Apaixonada por Finger Food em A Mesa dos 15

Quando organizo uma festa, penso de imediato nos salgadinhos e em receitas de confeção rápida. Por norma, escolho também miniaturas e canapés, porque dispensam que os convivas necessitem de lugar sentado com mesa associada. Costumo reservar uma mesa grande para os salgados e outra mais pequena para o bolo de aniversário e restantes doces. Foi assim os 15 anos do meu filho, numa festa direcionada para a família e amigos mais próximos.

Como poderão ver, através das fotos, foram indispensáveis as tábuas Gradirripas e as ardósias DeBORLA.

Convido-vos então a espreitarem as delícias confecionadas!
FingerfoodFingerfood_foodwithameaningFingerfood_foodwithameaningFingerfood_foodwithameaning Diapositivo5

Nesta última foto, as tábuas Gradirripas receberam o merecido destaque!

Lista das sugestões:

  • Sandes de pasta de queijo de ilha e manteiga
  • Aperitivos de pacote (batatas fritas, tiras-de milho, aperitivos de queijo)
  • Paiola fatiada (poderão adquirir na Loja Raminho de Salsa ( no Mercado Duque de Bragança)
  • Piza de massa fina de bacon, cogumelos e azeitonas
  • Piza de massa fina de chourição, cebola roxa e alcaparras
  • Folhado de queijo-creme com cebola-roxa, bacon e tomate-cereja
  • Folhado de atum com espinafres
  • Brigadeiros de queijo de ovelha com amêndoa em cama de crostini e doce
  • Paté de alheira com azeitonas pretas em cama de mini-tosta
  • mini-quiches de queijo e fiambre
  • rissóis de frango
  • almofadinhas de queijo
  • croquetes de carne
  • pastéis de bacalhau
  • mini-scones de presunto e queijo
  • profiteroles de atum, maionese, azeitona e ovo
  • mini corn-dogs (que não constam das fotos)

Prometo que irei partilhando as receitas!