Frozen de Piña Colada…uma receita para dias quentes

Para a edição do passado mês de julho, a revista Segredos de Cozinha pediu-me que desenvolvesse uma receita bem fresca, ideal para dias quentes e momentos de descontração. Surgiu, assim, a ideia deste frozen, um género de quase granizado, mas para adultos, devido à presença de rum. Há sempre a hipótese de eliminar a bebida alcoólica, transformando-a num cocktail sem álcool, para quem assim o preferir ou até mesmo para incluir as crianças na celebração do verão.

frozen de pina colada

frozen de pina colada

 

Ingredientes

  • sumo de abacaxi natural ou de compra
  • 1 medida* de sumo de abacaxi
  • 1/2 medida* de rum
  • 1/4 medida* de leite de côco
  • 1/4 medida* de leite condensado
  • raminhos de hortelã-pimenta para guarnecer 

*A medida pode ser uma chávena de chá

Preparação

1. Descasque o abacaxi, retire o centro e corte-o aos pedaços.
2. Triture o abacaxi num copo liquidificador ou num robô de cozinha até que se transforme em sumo com polpa ou utilize sumo de abacaxi de compra
3. Coloque a medida de sumo, a 1/2 medida de rum, 1/4 da medida de leite de côco e 1/4 da medida de leite condensado.
4. Repita esta receita as vezes que necessitar para obter a quantidade desejada.
5. Coloque a piña colada num marmita de vidro e leve ao congelador cerca de duas horas, até que comece a transformar-se em granizado.
6. Sirva em copos de cocktail ou em copinhos de shot, guarnecidos com pedaços de abacaxi com casca ou raminhos de hortelã-pimenta.
 frozen pina colada
frozen pina colada
Anúncios

Pudim de côco merengado… a minha sobremesa favorita

pudim de côco merengado_foodwithameaning

Se me perguntassem qual é a minha sobremesa favorita, decerto responderia, de chofre, pudim de côco merengado. Por ser confecionado com componentes que se encontram em todas as despensas, intriga-me o facto de não saber qual deles poderá concorrer para  ingrediente secreto. Desde logo, pensei que poderia ser a minha imediata paixão pelo côco. Depois, calculei que, por ser uma receita presente em todos os meus aniversários desde o primeiro ano de vida ( o pudim está lá na mesa; a foto que sobreviveu comprova-o) remetesse para memórias de sabores. Talvez. De seguida, ponderei a consistência de pudim de ovos, com natas e leite em base de açúcar caramelizado, que contrastava com a leveza do merengue. Por fim, pensei que a fórmula mágica poderia estar na conjugação do doce do pudim, com o subtil toque de côco, atravessado por um paladar a citrino, trazido pelo sumo e raspa do limão. Acho que sim.

pudim de côco merengado_foodwithameaning

Ingredientes

4 gemas

6 claras

600 ml de leite

2 colheres de sopa de leite

200 ml de natas

2 colheres de sopa de maisena

250 g de açúcar

4 colheres de açúcar para o merengue

1/2 chávena de côco (100 a 120 g)

sumo de meio limão

raspa de 1 limão

caramelo líquido para barrar o pirex (menos de meio frasco)

 

Preparação

Liga-se o forno a 250 ºC com ambas as resistências (superior e inferior)

Batem-se duas claras em castelo. Reservam-se. Coloca-se as quatro claras restantes em outra tigela para serem batidas em castelo depois do pudim estar cozido.

Numa taça grande, batem-se as gemas com o açúcar, juntam-se as natas, o côco e o leite e bate-se muito bem.

Desfaz-se a maisena em duas colheres de sopa de leite. Junta-se ao preparado anterior.

Adiciona-se o sumo e a raspa de limão. Bate-se novamente.

Juntam-se as duas claras batidas em castelo e mexem-se até ficarem incorporadas na massa.

Derrama-se caramelo líquido num pirex retangular (35x22cm) de forma a forrá-lo por completo.

Reduz-se o forno para 200ºC e desliga-se a resistência superior.

Verte-se a massa para cima do caramelo e leva-se a cozer 20 minutos ou até se inserir um palito e este se apresentar limpo.

Enquanto o pudim coze, batem-se as restantes claras em castelo. Adicionam-se as quatro colheres de sopa de açúcar e bate-se muito bem até o merengue formar picos que se seguram.

Coloca-se o merengue dentro de um saco de pasteleiro e decora-se toda a superfície do pudim a gosto (mesmo quente) . Em vez de usar bicos de pasteleiro, poderá cobrir o pudim com uma camada lisa de merengue.

Regressa ao forno, apenas com a resistência superior, só para alourar. Convém ficar a ver pois este é um processo relativamente rápido, evitando assim que o merengue fique muito escuro.

Deixar arrefecer e colocar no frigorífico quatro horas antes de servir.

Nota. Poderá assistir a gotas de caramelo que se formam na superfície do merengue.

pudim de côco merengado_foodwithameaning