Bolo de amêndoa com caramelo salgado

Os dias de aniversário não podem passar em branco. Há que fazer algo especial, que assinale o dia no calendário. Afinal, trata-se, acima de tudo, de comemorar a vida. Com o intuito de assinalar a data de nascimento do meu marido, fiz-lhe um bolo do qual desconfiei que fosse gostar. É um bolo sem adição de leite e manteiga no seu interior, quase sem glúten, com pouco açúcar, mas que ficou muito fofo e saboroso. A cobertura de caramelo salgado equilibrou o doce na perfeição e as amêndoas laminadas conferiram um crocante delicioso.

1

7.JPG

4

Ingredientes para o bolo

  • 6 ovos L
  • 150 g de açúcar
  • 150 g de amêndoa crua sem pele
  • 90 g de farinha de aveia
  • 70 g de farinha com fermento
  • 1 colher de sobremesa de fermento
  • 1 colher de chá de aroma de amêndoa
  • 1 colher de chá de aroma de baunilha

Preparação 

  1. Pré-aqueça o forno a 180ºC.
  2. Pulverize as amêndoas na picadora ou no seu robô de cozinha. 
  3. Junte-lhes todos os restantes elementos secos. Misture-os bem.
  4. Adicione os aromas e os ovos inteiros. Bata com a batedeira, apenas até todos os ingredientes estarem bem incorporados (máximo 3 minutos).
  5. Unte e enfarinhe uma forma pequena (usei em forma de flor e sem buraco).
  6. Verta o preparado do bolo na forma e leve a cozer até fazer o teste do palito e este vir seco. Após trinta minutos de cozedura faça o teste do palito e verifique se o bolo necessita de mais tempo.
  7. Retire do forno. Deixe repousar cerca de 10 minutos e retire o bolo da forma.
  8. Cubra-o com caramelo salgado, com o bolo ainda morno, para que este absorva o caramelo e apresente um aspeto luzidio, como se tratasse de coberto com calda.
  9. Decore o bolo com amêndoas laminadas torradas e com amêndoas com pele torradas e salgadas. 

Nota. Abaixo encontra a receita do caramelo salgado, a qual convém fazer previamente.

5

2

6

Caramelo Salgado

Ingredientes

  • 2 chávenas de açúcar
  • 1/2 chávena de chá de água
  • 170g de manteiga
  • 1 chávena de chá de natas
  • 1 colher de café de flor de sal
  1. Na panela, fora do lume, coloque o açúcar e 1/2 chávena de chá de água. Misture para incorporar o açúcar. Retire a colher. Ligue o lume médio e deixe a panela lá. NUNCA mexa! Se o fizer cristaliza a calda e não obterá o caramelo.
  2. Observe a calda de açúcar a até obter a  cor âmbar.  Junte a manteiga e misture com a colher. Assim que a manteiga estiver derretida retire a calda do lume. Prepare-se porque irá borbulhar bastante.
  3. Fora do lume, adicione as natas e o sal.
  4. Deixe arrefecer durante alguns minutos e depois transfira para um frasco de vidro.
  5. Guarde no frigorífico apenas quando o caramelo já estiver à temperatura ambiente.

Se desejar espreitar outro bolo com caramelo salgado, encontra-o aqui.

 

Anúncios

Tapenade com planta do gelo e bolacha de algas em dia de feriado

Hoje, comemoramos o feriado de 5 de outubro, que celebra a Implantação da República Portuguesa, datada de 1910, e o fim do regime monárquico então vigente. Este dia relembra também a assinatura do Tratado de Zamora em que Afonso VII de Leão e Castela reconhecia Portugal como reino independente em 1143.  Estas são duas boas razões para se trazer aqui hoje uma entrada dedicada a este país à beira-mar plantado. Eis uma sugestão bem marisqueira, que conjuga as anchovas, a azeitona e o azeite,  produtos tão portugueses e a planta do gelo, com notório sabor a frutos do mar.

Tapenade com planta do gelo e bolacha de algas

Tapenade com planta do gelo (da Quinta Biológica Bio Fontinhas)

(poderão encontrar esta tábua de servir na sua loja DeBORLA)

Ingredientes
• 200g de azeitonas pretas sem caroço
• 2 colheres de sopa de alcaparras
• 2 dentes de alho pequenos
• 10 colheres de sopa de azeite
• 1 limão (sumo e raspa)
• Sal q.b.
• Planta do gelo ( 2 raminhos para a tapenade e outros dois para decorar)- gentilmente cedida pela Quinta Biológica BioFontinhas

Preparação
Coloque numa picadora as azeitonas, as alcaparras, a planta do gelo – que incluirá um toque de sabor a mar- e os dentes de alho . Acrescente algumas raspas de limão, parte do sumo e o azeite. Triture e prove para conferir o sabor. Tempere com sal e ajuste o sumo e raspa de limão, se desejar. Decore com raminhos de planta do gelo. Sirva com bolachinhas de algas. Estas bolachas não contêm ovo, leite, aditivos, mas têm alto teor em fibra e em gorduras insaturadas. São adoçadas com melaço de cana. Vêm em embalagens de 4 saquetas com 4 bolachas integrais e são da marca Cem Porcento.

Tapenade com planta do gelo (da Quinta Biológica Bio Fontinhas)

Tarte merengada de limão

Podem não acreditar, mas desde que o verão começou eu já fiz esta receita seis vezes, e nem um mês e meio passou ainda.  A receita foi-me transmitida pela cunhada da minha irmã, depois de eu ter experimentado a tarte feita por ela por altura do aniversário do meu afilhado. Fiquei-lhe muito grata quando partilhou a receita comigo. Ambas pensamos que as coisas boas só fazem sentido se forem partilhadas. E lá seguiu esta tarte para um almoço de churrasco, onde foi muito apreciada.

Tarte Merengada de limão

tarte merengada de limão

Base:

  • 1 pacote e meio de bolacha Maria (triturada) – 225gr
  • 3 colheres (de sopa) de manteiga amolecida
  • 2 colheres de sopa de licor de amora (adaptação minha)
  • Leite q.b. (1 colher ou duas de leite- quantidade que costumo pôr)

Misturam-se estes ingredientes e forra-se uma tarteira, preferencialmente de base amovível e com tamanho convencional, previamente untada com manteiga. Pica-se o fundo cá e lá com um garfo para evitar que ao cozer a base de bolacha empole.

 

Recheio:

  • 6 gemas de ovos
  • 2 latas de leite condensado (normal)
  • Raspa de 1 limão grande (coloco raspa de 2 limões se estes forem pequenos e ainda o sumo de meio limão)

Batem-se as gemas e mistura-se o leite condensado, a raspa e o sumo de limão.

Coloca-se por cima da base e vai ao forno, pré-aquecido a 200 ºC – apenas com resistência inferior- até ficar consistente (cozido).  Faça o teste do palito até ele sair seco. Retira-se do forno.

Batem-se 6 claras em castelo e adicionam-se com 4 colheres de açúcar até formar um merengue. Encha um saco de pasteleiro com o merengue e desenhe a terceira camada da tarte.

Vai ao forno novamente a alourar o merengue, apenas com a resistência superior. Vigie constantemente para que não queime. Não necessitará mais do que 5 minutos.

Deixe arrefecer a tarte merengada e sirva-a ainda morna ou à temperatura ambiente. Ligeiramente refrigerada também é uma delícia.

tarte merengada de limão

Sonhos em tons rosa

Quando vamos dormir, preparamo-nos para repor energias e recarregar baterias para enfrentar mais um dia. Eu, até ver, não sofro de insónias, mas, curiosamente, é no silêncio da noite que escolho ementas para a semana, combino mentalmente ingredientes, penso em receitas, em formas de as apresentar através das fotos e em retalhos de textos que vou lendo pertencentes a diferentes géneros. Por isso, o meu caderno de anotações acompanha-me sempre, bem como a minha agenda. Estes detêm lugar reservado na mesinha de cabeceira e estão sempre prontos para serem confidentes das ideias que vão surgindo.  Trata-se de um bailado que ginastica o cérebro até que a consciência se desliga e eu embarco no sono. Com este vêm os sonhos, alguns mesmo associados a experiências culinárias, que se intrometem em tantos outros temas por vezes incompreensíveis, como são quase sempre os sonhos. Esta receita de hoje, um simples paté de beterraba, fez parte de um sonho, que terminou assim em tons cor-de-rosa. Há sonhos mimosos. Este foi um deles.

Paté de beterraba e pimento encarnado assado

paté de beterraba e pimentos assados_foodwithameaning

Ingredientes

3 colheres de sopa de queijo ricotta
3 colheres de sopa iogurte natural (também fica bem com maionese)
1 colher de sopa de azeite
1 beterraba pequena crua triturada
meio pimento encarnado assado 
cebolinho
noz moscada
pimenta preta
sal

Preparação
1. Leve o pimento a assar no forno ou na brasa. Retire a pele e as sementes. Deixe arrefecer por completo. Poderá optar pelos de compra já prontos a utilizar.

2. Descasque  a beterraba e triture-a com o pimento e o iogurte até formar uma pasta. Convém recorrer a um robô de cozinha.

3. Junte o queijo ricotta, o azeite e tempere com noz moscada, sal e pimenta preta a gosto.

Dica: Pode substituir a beterraba por espinafre cozido e triturado para criar uma versão diferente

paté de beterraba e pimentos assados_foodwithameaning

Tarteletes para as minhas amigas que falam inglês

Eu e as minhas colegas, professoras da disciplina de Inglês, temos a tradição de nos juntarmos em casa da Ana, no sábado a seguir ao dia das amigas, comemorado na quinta-feira anterior, para celebrarmos esta amizade falada em inglês. Costumamos contribuir para a mesa com um doce ou um salgado. Eu combinei com a anfitriã que contasse com um pestisquinho. Assim nasceram estas tarteletes, que foram muito apreciadas!

Amiga Elsa, cá está a receitinha que me pediste!

tarteletes de fiambre de peru e mortadela com hortelã-pimentatarteletes de fiambre de peru e mortadela com hortelã-pimenta

Ingredientes para a massa quebrada

200 g de farinha T55
90 g de manteiga fria
45 ml de água
meia colher de chá de sal
duas colheres de chá de açúcar

Preparação na Bimby

1. Coloque no copo todos os ingredientes pela ordem indicada e programe 15 segundos, velocidade 6.
2. Forme uma bola com a massa, espalme-a e envolva-a em película aderente. Refrigere enquanto prepara o recheio.

Ingredientes para o recheio

100 g de mortadela com azeitona
100 g de fiambre de peru
3 ovos
120 g de queijo ralado (flamengo e cheddar)
1 iogurte natural
200 ml de nata levíssima da Parmalat (10% de gordura)
sal
pimenta
folhas de hortelã-pimenta

Preparação
1. Coloque no copo da Bimby o fiambre, a mortadela e as folhas de menta e triture em pedacinhos, marcando de 1 a 6 progressivamente. Tempere com sal e pimenta. Reserve numa tigela.
2. Coloque no copo da Bimby a borboleta e os ovos. Marque 1 minuto, velocidade 3. Verta os ovos batidos na tigela, juntamente com o iogurte, as natas e o queijo. Mexa com uma colher até envolver todos os ingredientes.

&

Retire a massa do frigorífico, forre uma superfície com película aderente e polvilhe ligeiramente com farinha. Estenda a massa nessa superfície e forre formas de tarteletes, previamente pinceladas com manteiga derretida. Pique o fundo de cada tartelete com um garfo. Encha cada forminha com o recheio. Leve a cozer a 200 ºC, em forno pré-aquecido, durante 30 minutos.

tarteletes de fiambre de peru e mortadela com hortelã-pimenta

tarteletes de fiambre de peru e mortadela com hortelã-pimenta

Barritas Saudáveis no Regresso às Aulas

Hoje foi o dia do regresso às aulas, depois de duas semanas sem rotinas precisas em que a criança e o jovem cá de casa viveram felizes porque sem horários. Foi tempo de brincar à vontade, de celebrar a festa do Natal à volta da árvore, do presépio e da mesa da sala de jantar, de receber amigos e fazer visitas, de ler livros novos, trazidos pelo Menino Jesus, de fazer bolachas e decorar a casa de gengibre, de brincar fora de casa, no jardim, com os cães, de atazanar o gato cá de casa, que procurava conforto em esconderijos solarengos e de jogar vídeo-jogos sem pensar em trabalhos de casa e testes, no caso do filho mais velho.

IMG_3217

31821

12

O que é certo é que depois de tanta brincadeira, de dias e de refeições sem hora marcada, está na altura de voltarmos às ementas equilibradas.

E por que não começar com barritas saudáveis para as lancheiras dos filhos e dos pais?

IMG_1242

Barritas (e Bolachas ) de Aveia e Banana

Ingredientes

Para barritas totalmente saudáveis

  • 2 bananas grandes esmagadas
  • 2 chávenas de flocos de aveia sem glúten
  • Extrato de baunilha

Para barritas menos saudáveis acrescente:

  • pepitas de chocolate
  • pepitas  de manteiga de amendoim
  • Passas, tâmaras, alperces
  • amendoins, nozes, amêndoas, pistácios, cajus…

 Preparação

  1. Pré-aqueça o forno a 180º C.
  2. Coloque os flocos de aveia num robô de cozinha ou no tradicional 1,2,3 e misture bem até a aveia ficar com a consistência de uma farinha.
  3. Numa taça, acrescente a banana esmagada até obter uma massa homogénea e macia.
  4. Depois, se desejar, adicione 1/2 chávena de um dos ingredientes extra a seu gosto.  Utilizei  chips de chocolate e de manteiga de amendoim.
  5. Unte as mãos com um pouco de óleo ou de azeite e forme as barritas. Se preferir, Coloque a massa num tabuleiro de ir ao forno forrado com papel vegetal com a ajuda de uma colher de sopa. Esmague para a massa ficar toda da mesma altura.
  6.  Deixe no forno durante 9 a 12 minutos ou até as bolachas estarem prontas. Retire-as do forno e corte a massa em barritas.  Deixe arrefecer e guarde-as num recipiente bem fechado.

IMG_1253barritas_bolachas de aveia e banana_foodwithameaning

Bolos lêvedos de chocolate…em domingo radioso

O que há de melhor do que conciliar um domingo radioso com um lanche caseiro?

Resolvi fazer umas alterações à receita tradicional de bolo lêvedo, ou seja, adicionei uns pozinhos de chocolate e umas gotas de baunilha e criei os meus primeiros bolos lêvedos com sabor a chocolate.

Cortei os bolos ao meio e barrei-os com creme de chocolate e avelãs.

Sugiro que se atrevam a fazer a receita!

bolos lêvedos de chocolate_blogue_foodwithameaningbolos lêvedos de chocolate_blogue_foodwithameaningbolos lêvedos de chocolate_blogue_foodwithameaningbolos lêvedos de chocolate_blogue_foodwithameaningbolos lêvedos de chocolate_blogue_foodwithameaning

Ingredientes (para 6 a 8 bolos)

1/2 kg de farinha de trigo
125 g de margarina ou manteiga
100 g de açúcar
20 g de fermento de padeiro (ou 1 saqueta de levedura seca de 11 g – tipo fermipan)
2 dl de leite
25 g de cacau
aroma de baunilha
2 ovos
Preparação tradicional
1. Peneire a farinha para um alguidar e faça uma cova no meio, junte o açúcar, os ovos, a margarina, o cacau e comece a misturar, dissolva o fermento no leite morno,junte o aroma de baunilha e acrescente à farinha amassando e sovando a massa muito bem.
2. Deixe levedar em local aquecido até dobrar de volume, bem tapada.
3. Faça bolas do tamanho de uma laranja e disponha em tabuleiros ou panos polvilhados com farinha e deixe repousar por mais 30 minutos.
4. Pegue em cada uma das bolas e vá achatando tipo panqueca.
5. Polvilhe uma sertã ou uma frigideira anti-aderente com farinha e deixe cozinhar em lume muito brando de um lado e do outro.
Preparação na Bimby
1. Deitar no copo o leite, a manteiga, o açúcar, o aroma de baunilha e programar 2 m. temp 37ºC vel.1.
2. Juntar os ovos uns seg. na vel. 5.
3. Acrescentar a farinha e o fermento fermipan e misturar 30 segundos na vel. 5 e 2 a 3 minutos na velocidade espiga.
4. Seguir os passos 2,3,4,5 da preparação tradicional.

Se preferir a receita tradicional e ou precisar de mais dicas, clique aqui.