E o 1º workshop DeBorla deste ano foi assim…

Com casa cheia e pontualidade britânica foi como começou o primeiro workshop de 2016. Foi um prazer rever as participantes habituais e conhecer muitas pessoas novas, que se estrearam nos workshops com a assinatura DeBorla. As águas aromatizadas, os sumos, os smoothies, os chás e as sopas constaram da ementa e foram desfilando graciosamente ao longo da tarde. Estas sugestões de receitas detox ocupam o seu lugar na pirâmide alimentar e são um complemento muito importante no âmbito da dieta mediterrânica.

Toda a loiça presente nas fotos está disponível na Loja DeBORLA mais perto de si.

Águas Aromatizadas

Água de Pepino, Gengibre e Lima Juntar a água mineral, ou a água gaseificada, rodelas finas de pepino com casca, raiz de gengibre descascada e rodelas de lima. Água efervescente de Limão e Hortelã Juntar a Água com gás, ou água tónica, rodelas de limão e folhas de hortelã Água de Romã e Gengibre Juntar a água mineral, ou a água gaseificada, bagos de romã e rodelas de gengibre descascado.

Água de Pepino, Gengibre e Lima

foodwithameaning

Juntar a água mineral, ou a água gaseificada naturalmente, rodelas finas de pepino com casca, raiz de gengibre descascada e rodelas de lima.

Água efervescente de Limão e Hortelã

Água de Pepino, Gengibre e Lima Juntar a água mineral, ou a água gaseificada, rodelas finas de pepino com casca, raiz de gengibre descascada e rodelas de lima. Água efervescente de Limão e Hortelã Juntar a Água com gás, ou água tónica, rodelas de limão e folhas de hortelã Água de Romã e Gengibre Juntar a água mineral, ou a água gaseificada, bagos de romã e rodelas de gengibre descascado.

Juntar a água com gás, rodelas de limão e folhas de hortelã.

Água de Romã e Gengibre

Água de Pepino, Gengibre e Lima Juntar a água mineral, ou a água gaseificada, rodelas finas de pepino com casca, raiz de gengibre descascada e rodelas de lima. Água efervescente de Limão e Hortelã Juntar a Água com gás, ou água tónica, rodelas de limão e folhas de hortelã Água de Romã e Gengibre Juntar a água mineral, ou a água gaseificada, bagos de romã e rodelas de gengibre descascado.

água de romã e gengibre

Juntar a água mineral, ou a água mineral gaseificada, bagos de romã e rodelas de gengibre descascado.

Sumos

Sumo de Frutos Vermelhos

sumo de frutos vermelhos

– 300 g de frutos silvestres congelados;  sumo de  4 limões; sumo de 4 laranjas grandes; 15 g de sementes de chia; 2 colheres de sopa de mel; água até obter a consistência desejada. Cubos de gelo para servir. Pode substituir a água por chá de hibisco.

Sumo de Cenoura e Couve

sumo de cenoura, maçã e couve

– 2 cenouras peladas ; 2 maçãs descascadas; 1 folha de couve; 1 pepino sem casca; sumo de 1/2 limão; 1 colher de sopa de sementes de linhaça triturada; 1 copo de água fresca; chá verde até obter a consistência desejada.

Chás

Chá de mate (à esquerda)

Chá de Hibisco (ao centro)

Chá Verde (à direita)

Faça os chás de acordo com as instruções de embalagem ou com os conselhos de profissionais de nutrição.

Diapositivo11

chás

Smoothies

Smoothie de Abacaxi, Leite de Côco e Curcuma

Smoothie de abacaxi

  • 2 chávenas de abacaxi congelado aos pedaços
  • 2 chávenas de leite de côco light refrigerado
  • 2 chávenas de couve
  • 1 chávena de manga
  • sumo de ½ limão
  • 1 colher de sopa de gengibre fresco
  • 1/2 colher de chá de curcuma.
  1. Bata o leite de coco e a couve até ficar homogéneo.

2. Adicione os ingredientes restantes e misture até ficar homogéneo.

 

Smoothie energético de banana, chocolate e manteiga de amendoim

Diapositivo6

  • Bananas congelada aos pedaços
  • Leite achocolatado (ou leite simples +nesquik)
  • Mel
  • Manteiga de amendoim a gosto
  • água até obter a consistência desejada

Opcional: polvilhar com canela

Nota importante: Para qualquer smoothie a fruta deve estar preferencialmente congelada, apesar de haver a possibilidade de se acrescentar água ou gelo ao preparado final. O smoothie tem por natureza uma consistência mais pastosa do que a do sumo.

Sopas

Sopa de salsa e sopa de pimento

Sopa de Salsa 

  • 4 chuchus
  • 1 curgete
  • 1 cenoura grande
  • 1 ramo generoso de salsa
  • 1 cebola
  • 1 dente pequeno de alho
  • água
  • 1 colher de chá de natas por tigela
  • azeite
  • sal
  1. Aloure a cebola e o alho em azeite e junte a cenoura e a curgete aos pedaços. Deixe alourar também.
  2. Junte o chuchu descascado e cubra com água. Deixe cozer e triture tudo com a varinha mágica.
  3. Adicione, depois, um ramo generoso de salsa, sem os caules mais grossos, cortada aos pedacinhos com a tesoura de cozinha.
  4. Deixe cozer a salsa. Regue com azeite a gosto ou, em substituição do azeite, coloque em cada tigela, na hora de servir, uma colher de chá de natas.

Sopa de legumes (que eu denomino por sopa de dieta)

  • 1 beringela
  • 2 nabos
  • 1 courgete
  • 4 cenouras
  • 2 chuchus
  • 2 pimentos encarnados
  • 1 caixinha de tomate pelado
  • 3 cebolas médias
  • espinafres
  • 1 colher de chá de pimenta branca
  1. Numa panela, coloque todos os ingredientes, com exceção dos espinafres, e cubra com água. Tempere com metade do sal que costuma utilizar e deixe cozinhar. Triture com a varinha. Junte mais água até obter a consistência desejada.

sopas

Toda a loiça presente nas fotos está disponível nas Lojas DeBORLA.

foodwithameaning

Se desejarem espreitar a reportagem fotográfica do workshop Receitas Detox, cliquem neste link!

Fiquem bem!

Sumo detox de manga, chocolate e água de côco

Os sumos detox são uma combinação fácil de vários alimentos tais como frutas, verduras, sementes e raízes, especialmente escolhidos por serem ricos em fibras, vitaminas, minerais e detentores de propriedades antioxidantes e desintoxicantes.

Apesar de os sumos detox possuírem alto valor nutritivo, estes não devem substituir as refeições. Deverão ser tomados em jejum ou ao lanche. É importante que o exercício físico e uma alimentação rica e equilibrada continuem como prioridade.

Ingredientes ricos em clorofila: couve, agrião, espinafres, salsa e hortelã, etc.

Ingredientes ricos em fibras e vitaminas: maçã, laranja, limão, morango, maracujá, abacaxi, kiwi, cenoura, beterraba, etc.

Ingredientes termogénicos: gengibre; canela; cafeína; pimenta; chá verde, etc.

Ingredientes ricos em minerais, fibras e proteínas: sementes (linhaça; chia; girassol; quinoa; papoila, etc.).

Líquidos para a base do sumo: água mineral, água de coco e chás diversos.

Sumo Detox Energético de Manga, Chocolate e água de côco

workshop Supersumos_Foodwithameaning

(Set de copos da Loja DeBorla)

Este sumo é ideal quer para o pré  ou o pós treino, uma vez que é rico em energia.

Ingredientes

– 1 Manga, 1 Banana, 200 ml água de côco, 1 quadrado de chocolate preto (70%), 2 a 3 avelãs ou nozes, 1 colher de sopa de farelo de trigo ou muesli.

Para preparar o sumo, triture os ingredientes num liquidificador ou num robô de cozinha. Se a água de coco ou os chás estiverem presentes na receita, elimine o uso de água. Açúcares e adoçantes também devem ser evitados.

Com este sumo detox, participo nesta edição de agosto de Dia Um…Na Cozinha, subordinada ao tema: Sumos Detox.Logotipo Dia Um... Na Cozinha Agosto2015

Cornucópias com ovos moles … um doce tradicional

Diapositivo3

As cornucópias são uma especialidade da cidade onde vivo, Angra do Heroísmo, na ilha Terceira. São feitas de farinha, manteiga, banha, açúcar, pão torrado, amêndoas raladas e recheadas com ovos-moles.

Relativamente à origem deste doce regional dos Açores, sabe-se que as cornucópias foram criadas pelas mãos sábias e experientes de freiras, sendo uma das inúmeras relíquias da doçaria conventual portuguesa.

Há também quem as faça utilizando massa folhada e recheio de chantilly, mas estas não são as típicas cá da cidade.

Tanto para umas como para outras é necessário a utilização de formas metálicas em cone.

Diapositivo2

Ingredientes para a massa (28 a 30 cornucópias)

500g de farinha
50g de manteiga à temperatura ambiente
100g de banha
50g de açúcar
100 ml de água quente
pão ralado
amêndoa triturada
2 claras de ovo para pincelar
formas para cornucópias

Preparação da massa na Bimby

1. Colocar no copo da máquina a farinha, a manteiga, a banha e o açúcar.

2. Selecionar modo Espiga.

3. Através do bucal do copo, ir adicionando a água aos poucos até que a massa se forme numa bola e se despegue do copo.

4. Colocar a massa numa taça, cobrindo-a com película aderente. Deixe repousar no mínimo meia hora.

5. Aquecer o forno a 180º.

6. Untar o exterior das formas muito bem untado com manteiga.

7. Numa superfície enfarinhada, estender  a massa fina e cortar em triângulo de forma a que dê para preencher todo o exterior da forma.

8. Verificar se toda a massa fica bem vedada sem aberturas.

9. Pincelar a massa com clara de ovo,  batida previamente com um garfo.

10. Passar em seguida a massa pela mistura de pão ralado e amêndoa (partes iguais).

11. Levar ao forno em tabuleiro forrado com papel vegetal cerca de 25 minutos ou até começarem a ficar douradas.

12. Deixar arrefecer antes de desenformar.

13. Rechear com os ovos moles.

Diapositivo1

Preparação tradicional da massa

1. Colocar num alguidar a farinha, a manteiga, a banha e o açúcar.

2. Amassar tudo com as mãos, indo juntando aos poucos a água quente até que a massa forme uma bola e se despegue do alguidar.

3. Seguir os passos 5 a 13 acima descritos.

 

Ingredientes para o recheio de 28 a 30 cornucópias

Fiz por duas vezes.

250g de açúcar
8 gemas
8 colheres de sopa de água

Preparação na Bimby

1. Colocar no copo o açúcar e a água e marcar 20 minutos Varoma.

2 Retirar o copo e deixar arrefecer, pelo menos 20 minutos. Irá ver a calda de açúcar já engrossada.

3. Passar a gemas por um coador para uma tigela.

4. Voltar a colocar o copo na máquina, encaixar a Borboleta e marcar 8 minutos | 100º | veloc. 2  e ir deitando através do bucal as gemas em fio.

5. Se achar que os ovos moles ainda não estão com a consistência desejada, coloque mais cinco minutos, 100º C, Velocidade 1 e 1/2.

Nota: Para saber se os ovos moles estão no ponto, coloque um pouco do preparado numa colher e espere que arrefeça. Levante a colher e deixe escorrer. Assim já vê o ponto que deseja.

 

Preparação tradicional

1. Colocar no copo a água e o açúcar e levar ao lume até que atinja o ponto pérola. Deixar que arrefeça um pouco (até atingir os 60ºC)

2. Passar a gemas por um coador para uma tigela.

3.  Voltar a ligar o lume (médio) e ir deitando as gemas em fio, mexendo continuamente até que os ovos engrossem.

Nota: Para saber se os ovos moles estão no ponto, coloque um pouco do preparado numa colher e espere que arrefeça. Levante a colher e deixe escorrer. Assim já vê o ponto que deseja.

 

Diapositivo2

E com esta receita de cornucópias recheadas com ovos moles participo nesta edição de abril de Dia Um… Na Cozinha.

Foi um gosto poder partilhar convosco este doce tradicional da ilha Terceira.

Logotipo Dia Um...Abril 2014l

Just a bowl of soup…

Deliciosa, cremosa, consistente, reconfortante e completa. Estes são os adjetivos que ilustram esta sopa de fava. Cada vez mais, opto por utilizar as leguminosas secas para, depois de pulverizadas, fazerem parte da base de algumas sopas. Evito, assim, o recurso aos enlatados e realço o sabor genuíno das leguminosas. A diferença é tão avassaladora como a que existe entre uma feijoada feita com feijão de lata e outra confecionada com feijão demolhado e cozido em casa. Os raminhos de funcho acrescentaram à sopa de fava um toque subtil e aromático. Recomendo, portanto.

Sopa de Fava e Funcho

Diapositivo1

Ingredientes

100 g de fava seca

200 g de fava bebé fresca ou congelada

1 batata doce

2 cenouras médias

1 couve coração pequena

meia cebola pequena

raminhos de funcho

2 litros de água

azeite q.b.

sal q.b.

Modo de Preparação na Bimby

1. Com o copo totalmente seco e limpo, pesa-se 1oo g de fava seca, sem casca, e pulveriza-se durante 1 minuto até a fava se transformar numa farinha. Reserva-se.

2. Sem lavar o copo, coloca-se meia cebola dentro e marca-se 5 Seg. Vel. 6. Rega-se a cebola com azeite e marca-se 100ºC, 5 minutos, Vel. 2.

3. Junta-se uma cenoura e a batata doce aos pedaços. Enche-se o copo com água até ao limite estipulado (capacidade total de 2 litros). Fecha-se a tampa e marca-se 10 minutos, 100 ºC, vel. 2.

4. Adiciona-se a fava pulverizada e tempera-se com sal. Marca-se Vel. 3 durante 1 minuto para misturar os ingredientes.

5. Fecha-se o copo sem a tampa de medida e encaixa-se a Varoma. No tabuleiro inferior da varoma colocam-se as favas frescas ou congeladas e polvilha-se com uns grãozinhos de sal. No tabuleiro superior dispõe-se a cenoura cortada aos quartos e muito finamente e por cima a couve-coração finamente cortada e uns raminhos de funcho. Marca-se 35 minutos, Vel,2; Varoma.

6. Assim que terminar o tempo, retira-se a varoma, coloca-se o copo medidor na tampa e procede-se à trituração da sopa, marcando progressivamente Vel. 5-6-7-8-9 durante o tempo necessário até se obter a consistência da base desejada.

7. Retiram-se as cascas às favas.

8. Junta-se à sopa os legumes e as favas cozidas a vapor. Verifica-se a consistência da sopa. Acrescentei nesta fase 500 ml de água fervida e mexi a sopa com uma colher. Esta sopa tende a engrossar devido ao facto da fava pulverizada absorver muito a água.

***

Com esta sugestão saudável desejo-vos um excelente fim de semana!

M&M stands for: melancia e menta

Os dias têm estado muito abafados. Os jantares acontecem no alpendre, aproveitando o final de dia. Não corre uma simples aragem. A horta pede chuva. Ela vem, mas tímida. Quando estamos por casa, começamos a achar que o investimento que fizemos na instalação do ar-condicionado foi afinal algo abençoado. Quando saio à rua, e devido aos índices de humidade açorianos, sentimo-nos como há alguns anos atrás quando saímos do avião em Cuba e respirámos aquela turbina de ar quente típica do Golfo que impedia uma respiração escorreita.

Têm primado, por isso, as refeições leves, os grelhados e os sumos de fruta mergulhados em pedras de gelo.

E por que não um refresco de melancia e menta? Agrada-vos?

Refresco de melancia e menta

Refresco de melancia e menta

Ingredientes

Água gelada

Melancia (meia melancia pequena)

Açúcar (utilizei 100 g)

folhas de menta

sumo de meio limão pequeno

Preparação

1. Coloquei no copo da Bimby (ou num liquidificador) a melancia sem sementes e triturei até ficar bem triturada.
2. Adicionei o sumo de limão e a àgua aos poucos, até ficar com a consistência desejada.
3. Adicionei o açúcar e triturei mais um pouco para que se dissolvesse (poderão utilizar açúcar em pó)
4. Adicionei as folhas de menta e verti para um jarro. Antes de colocarem as folhas de menta poderão, se pretenderem um sumo com menos polpa, coar o sumo. Não o fiz.
5. Coloquei umas pedra de gelo e servi.

Nota: Este sumo foi feito com uma melancia que era sumarenta mas pouco doce.

Refresco de melancia e menta

E com o calor…os granizados

O verão continua a pedir refeições leves, saladas, gelados e refrescos.

As limonadas e os granizados têm sido assim presença frequente à nossa mesa. Refrescam e hidratam.

granizado de lima e manga_foodwithameaning

 

Granizado de Lima e Manga (4 pessoas)

Ingredientes

Meia manga descascada e aos pedaços

2 limas (sumo e raspa)

80 g de açúcar

2 copos medidores de água

Preparação na Bimby

Coloque no copo o açúcar e pulverize. Retire e reserve.

Coloque no copo a manga e marque 30 seg. Vel 6.

Adicione os cubos de gelo e dê golpes de turbo até obter a consistência desejada.

Junte o açúcar, a raspa e o sumo das limas e marque 15 seg. Vel. 4.

Sirva de imediato.

 

 

 

 

 

Aliteração em «f» : frescura de flores

Interrompi a pausa para vos trazer esta água fresca.

Fui inspirar-me numa ideia que vi no blogue da Ilídia que, por sua vez, foi beber ao blogue da Gabriela.



Ideias simples mas que acrescentam colorido à mesa.

Continuação de um ótimo verão.
A pausa está a saber-me bem. Apreciei, no entanto, esta interrupção para vos oferecer a frescura das flores.

Patrícia