Barcos à vela

Com a aproximação do verão, os dias querem-se descomplicados e relaxantes. As refeições seguem, por norma, este ritmo, sendo a sugestão de hoje uma deliciosa entrada que agrada a adultos e crianças e enfeita uma mesa, mesmo que esta não se caracterize por pratos elaborados, mas que aposte no sabor e no lema de que “os olhos são os primeiros a comer”.

Bruschetta de pasta de tomate seco, queijo Philadelphia e morangos

Barcos à vela de tomate seco, queijo creme e morangos

Para executar esta receita irá necessitar dos seguintes ingredientes:

  • Queijo creme (Philadelphia)- pode substituir por queijo fresco
  • Pão de baguete ou tostas Dulcesol de tomate e orégãos
  • Pasta de tomate seco
  • Morangos laminados

Preparação

  • Fatie pão de baguete e leve a torrar no forno ou na torradeira. Deixe arrefecer um pouco. Eu optei por utilizar tostas da marca Dulcesol de tomate e orégãos.
  • Barre o centro de cada torrada com pasta de tomate seco (para obter esta pasta, compre um frasco de tomate seco em azeite e ervas e leve a triturar todo o seu conteúdo até formar uma pasta)
  • Barre depois com um pouco de queijo creme ou disponha uma fatia de queijo fresco em cima da pasta de tomate seco.
  • Termine com morangos laminados (como que a simular a vela de um barco) ou então cortados aos pedacinhos ou às rodelas e decorados com folhas de manjericão.

Barcos à vela de tomate seco, queijo creme e morangos

Um gelado de morango oito dias depois

Oito dias foi o tempo que distanciou esta receita da última aqui publicada. Quem é professor, ou convive com docentes, sabe que esta altura do ano é de extrema importância, uma vez que implica muitas decisões em reuniões de avaliação, muito trabalho burocrático relacionado com relatórios, organização de pastas e correção dos exames de escola e nacionais. É este trabalho de escritório, já sem alunos, o motivo da clausura diária da maioria dos professores, que vão espreitando pela janela o bom tempo e ansiando pela frescura do mergulho no mar ou na piscina e pelos refrescos e sombra da esplanada.

Este gelado de morango, que utilizou formas de picolés DeBORLA com o formato apetitoso das waffles, resultou assim da vontade de férias!

gelado de morango_foodwithameaning

gelado de morango_foodwithameaning

gelado de morango_foodwithameaning

Ingredientes

  • 1 chávena almoçadeira pequena de morangos picados
  • 1 iogurte grego natural
  • 1 pacote de natas
  • açúcar em pó a gosto
  • aroma de baunilha

Utensílios

formas para picolés (as em forma de waffle poderá encontrar à venda nas lojas DeBORLA)

Preparação do Gelado

  1. Lavam-se os morangos muito bem, retiram-se os pés e partem-se em pedaços até encherem uma chávena almoçadeira.
  2. Bate-se o pacote de natas até estas ficarem fofas. Junta-se o iogurte grego e adoça-se com açúcar em pó a gosto.
  3. Levam-se os morangos a triturar até ficarem com a consistência desejada (com pedaços pequenos ou não)
  4. Juntam-se os morangos ao preparado anterior. Retifica-se novamente o açúcar e verte-se para uma marmita para se iniciar o processo de congelação.
  5. Após uma hora de congelação, retira-se o gelado e mexe-se muito bem para se quebrarem os cristais de gelo já criados. Repete-se o mesmo processo uma hora depois.  Volta ao congelador mais duas horas, no mínimo, antes de servir.
  6. O gelado poderá ser servido acompanhado de morangos frescos, de um coulis de morangos ou de molho de morango de compra.

 

gelado de morango_foodwithameaning

Partilhando bebidas de verão (só para adultos)

A pedido de algumas “famílias”, partilho convosco as receitas das duas bebidas de verão que preparei no workshop de sábado passado na Loja DeBORLA. As críticas foram muito positivas. Espero que aí em casa experimentem estas bebidas refrescantes. Se retirarem o ingrediente rum, ambas as propostas de hoje poderão ser apreciadas por toda a família. São elas a tradicional Piña Colada e o Ponche Tropical, que me fazem sempre recordar férias passadas em Cuba e na República Dominicana.

Os jarros, os copos e as decorações dos dois cocktails encontram-se disponíveis nas lojas DeBORLA.

Piña Colada

piña colada_foodwithameaning

 

piña colada_foodwithameaning

 

A piña colada é um cocktail doce feito com rum, leite de côco, leite condensado e sumo de abacaxi. É servido geralmente batido e com gelo. É originário de Porto Rico.

Ingredientes

  • 200 g de abacaxi maduro descascado
  • 90 ml de leite de côco
  • 90 ml de rum
  • 100ml de sumo de ananás e côco (da Compal)
  • 1 colher de sopa de açúcar amarelo ou de leite condensado

Preparação

1.Triture o abacaxi num liquidificador.

2. Adicione o  leite de côco.

3. Junte o rum.

4.  Verta 100g de sumo de ananás e côco.

5. Adicione uma colher de açúcar amarelo ou adoce com leite condensado.

6. Adicione gelo e sirva.

 

 

Ponche Tropical

ponche tropical_foodwithameaning

 

ponche tropical_foodwithameaning

Ingredientes

  • 1 manga pequena (ou polpa de manga)
  • 4 colheres de sopa de sumo de lima
  • 1 colher de chá de gengibre fresco ralado
  • Folhas de hortelã-pimenta
  • 1 colher de sopa de açúcar mascavado claro
  • 300 ml de sumo de laranja
  • 300 ml de sumo de abacaxi/ananás
  • 80 ml de rum
  • Rodelas de laranja, lima, morangos e abacaxi
  • Rodelas de carambola
  • Gelo (colocado em cada copo)

Preparação

Num liquidificador, bata a manga com o sumo de lima, o gengibre e o açúcar até ficar cremoso. Acrescente os sumos de fruta, o rum, rodelas dos citrinos e de carambola, pedaços de abacaxi e de morangos e as folhas de hortelã-pimenta.

ponche tropical_foodwithameaning

 

Crumble de Ruibarbo, Cereja e Uva-da-serra

Foi aqui neste site de Martha Stewart que fui buscar inspiração para esta receita: um crumble crocante e doce q.b., que destaca na sua composição o adoçicado da cereja, a acidez do ruibarbo*  e a cor do mirtilo açoriano. Uma combinação muito feliz que ganha destaque nas mini tarteiras e no cake stand das lojas DeBORLA.

* ruibarbo açoriano – originário da Quinta do Ti Canoa.

crumble de ruibarbo

 

crumble de ruibarbo

 

crumble de ruibarbo

Ingredientes para o recheio

  • 600 g de ruibarbo
  • 2 chávenas de chá cerejas descaroçadas
  • 1 1/4 chávenas de açúcar mascavado claro
  • 1/2 colher de chá de raspa de laranja+ 2 colheres de sopa de sumo
  • 1 chávena de chá de uva-da-serra
  • 1 pitada de sal
  • 2 colheres de tapioca ou amido de milho ou farinha de arroz

Preparação

  1. Cortar os tales do ruibarbo com 1 cm cada. Reservar.
  2. Descaroçar as cerejas.
  3. Num tacho, despejar o açúcar e as frutas. Deixar cozinhar até borbulhar e cozer a fruta, cerca de vinte minutos. Deixar reduzir até ficar com a consistência de compota.

Ingredientes para o Crumble

  • 6 colheres de sopa de manteiga derretida
  • 1/a chávena de açúcar mascavado
  • 1 colher de chá de aroma de baunilha
  • 1/2 colher de chá de raspa de laranja
  • 1 chávena de farinha
  • 1 pitada de sal

Preparação

1. Com recurso a uma picadora ou a um robô de cozinha, triturar todos os ingredientes do crumble e reservar.

2. Untar as mini tartes com manteiga, e preencher todo o fundo com o preparado para o recheio, cerca de 3 colheres de chá em cada.

3. Preencher o cimo da mini-tarte com o crumble.

4. Levar ao forno, pré-aquecido a 180 ºC.

5. Cozer o crumble ao forno entre 30 a 35 minutos.

6. Servir acompanhado de gelado de baunilha.

crumble de ruibarbo

crumble de ruibarbo

crumble de ruibarbo