Bolo de tangerina com frutas cristalizadas

Bolo de tangerina

Um das coisas boas do inverno são, sem sombra de dúvida, os citrinos. Havendo-os em abundância há que dar conta deles, para que não se estraguem. Começaram por aparecer as mandarinas, mais redondinhas do que as tangerinas. Estas, por sua vez, assemelham-se a pequenos queijinhos achatados, ou a pequenas abóboras, que emanam perfume assim que uma unha lhes desfere um golpe certeiro e começa a despir a sua casca. Adoro tangerinas. Prefiro a raspa destas à do limão, muito menos aromático. Chego ao ponto de guardar cascas fininhas de tangerina para ao longo do ano aromatizar iogurtes, arroz doce, leite creme e marinadas.

Este ano, os citrinos têm-nos chegado de quintas próximas e do pomar dos meus pais e a cozinha tem sido decorada por fruteiras repletas de mandarinas, tangerinas e de anonas, outra fruta que não dispenso.

Como nos encontramos numa quadra natalícia, e já vem sendo hábito, os bolos elegem as frutas quer sejam estas frescas ou cristalizadas. Este bolo é uma adaptação do bolo inglês que faço pelo Natal. E digo adaptação porque desta vez quis que os citrinos fossem os réis desta época do ano.

Bolo de tangerina e frutas cristalizadas

bolo de tangerina e frutas cristalizadas

Ingredientes

4 ovos

300 g de açúcar

400 g de farinha

150 g de manteiga

1 colher de sobremesa de fermento

250 g de frutas cristalizadas

3 colheres de sopa rasas de cacau

1 colher de chá de canela

1 colher de café de noz moscada ralada

1 colher de café de gengibre em pó

raspa e sumo de três tangerinas

2 cálices de vinho do porto

meio frasco de melaço

meio frasco de compota laranja

Preparação tradicional

Com recurso à batedeira elétrica, batem-se as gemas com o açúcar e a manteiga até se obter uma massa esbranquiçada.

Adiciona-se o cacau, a canela, a noz moscada, o gengibre, a raspa e o sumo das tangerinas. Mistura-se.

Junta-se o melaço, a compota e o vinho do porto. Bate-se novamente.

Vai-se adicionando a farinha aos poucos. Junta-se o fermento. Mistura-se muito bem.

Batem-se as claras em castelo  e juntam-se ao preparado.

Envolvem-se as frutas cristalizadas em farinha e misturam-se homogeneamente na massa.

Vai a cozer, em forno pré-aquecido, a 180 ºC, cerca de uma hora.

foodwithameaning_ bolo de tangerina e frutas cristalizadas

Anúncios

2 thoughts on “Bolo de tangerina com frutas cristalizadas

  1. Susana_Basta Cheio

    Patrícia, adorei esta tua proposta!
    Tirando o facto de não gostar de frutas cristalizadas, agrada-me imenso, além da própria tangerina, o facto de estar carregado de especiarias e de ter cacau.
    Está lindo e só o imagino muito saboroso.
    Lembro-me que o ano passado fizeste uns rebuçados de tangerina para o desafio da Maria, que me ficaram na memória. Estavam simplesmente fantásticos!!! 🙂

    Bjinhos

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s