Pudim de côco merengado… a minha sobremesa favorita

pudim de côco merengado_foodwithameaning

Se me perguntassem qual é a minha sobremesa favorita, decerto responderia, de chofre, pudim de côco merengado. Por ser confecionado com componentes que se encontram em todas as despensas, intriga-me o facto de não saber qual deles poderá concorrer para  ingrediente secreto. Desde logo, pensei que poderia ser a minha imediata paixão pelo côco. Depois, calculei que, por ser uma receita presente em todos os meus aniversários desde o primeiro ano de vida ( o pudim está lá na mesa; a foto que sobreviveu comprova-o) remetesse para memórias de sabores. Talvez. De seguida, ponderei a consistência de pudim de ovos, com natas e leite em base de açúcar caramelizado, que contrastava com a leveza do merengue. Por fim, pensei que a fórmula mágica poderia estar na conjugação do doce do pudim, com o subtil toque de côco, atravessado por um paladar a citrino, trazido pelo sumo e raspa do limão. Acho que sim.

pudim de côco merengado_foodwithameaning

Ingredientes

4 gemas

6 claras

600 ml de leite

2 colheres de sopa de leite

200 ml de natas

2 colheres de sopa de maisena

250 g de açúcar

4 colheres de açúcar para o merengue

1/2 chávena de côco (100 a 120 g)

sumo de meio limão

raspa de 1 limão

caramelo líquido para barrar o pirex (menos de meio frasco)

 

Preparação

Liga-se o forno a 250 ºC com ambas as resistências (superior e inferior)

Batem-se duas claras em castelo. Reservam-se. Coloca-se as quatro claras restantes em outra tigela para serem batidas em castelo depois do pudim estar cozido.

Numa taça grande, batem-se as gemas com o açúcar, juntam-se as natas, o côco e o leite e bate-se muito bem.

Desfaz-se a maisena em duas colheres de sopa de leite. Junta-se ao preparado anterior.

Adiciona-se o sumo e a raspa de limão. Bate-se novamente.

Juntam-se as duas claras batidas em castelo e mexem-se até ficarem incorporadas na massa.

Derrama-se caramelo líquido num pirex retangular (35x22cm) de forma a forrá-lo por completo.

Reduz-se o forno para 200ºC e desliga-se a resistência superior.

Verte-se a massa para cima do caramelo e leva-se a cozer 20 minutos ou até se inserir um palito e este se apresentar limpo.

Enquanto o pudim coze, batem-se as restantes claras em castelo. Adicionam-se as quatro colheres de sopa de açúcar e bate-se muito bem até o merengue formar picos que se seguram.

Coloca-se o merengue dentro de um saco de pasteleiro e decora-se toda a superfície do pudim a gosto (mesmo quente) . Em vez de usar bicos de pasteleiro, poderá cobrir o pudim com uma camada lisa de merengue.

Regressa ao forno, apenas com a resistência superior, só para alourar. Convém ficar a ver pois este é um processo relativamente rápido, evitando assim que o merengue fique muito escuro.

Deixar arrefecer e colocar no frigorífico quatro horas antes de servir.

Nota. Poderá assistir a gotas de caramelo que se formam na superfície do merengue.

pudim de côco merengado_foodwithameaning

10 thoughts on “Pudim de côco merengado… a minha sobremesa favorita

    • foodwithameaning

      Olá Maria.
      As duas claras batidas em castelo são adicionadas depois do sumo de limão. São a última coisa a misturar no preparado antes deste ir ao forno a cozer. Já retifiquei a receita.
      Obrigada pela visita. Se fizer o pudim diga-me se gostaram aí em casa.
      beijinhos
      Patrícia

      Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s