Escapadinha e homenagem

Voltar ao lugar onde crescemos e vivemos dos 18 aos 30 anos reveste-se sempre de grande significado. Dois dias. Uma escapadinha deliciosa que deu para estar com amigos e resolver outros assuntos agendados. A cidade de Ponta Delgada recebeu-me mais uma vez de braços abertos. Já tinha muitas saudades de passear a pé pelas suas artérias, de visitar as lojas e os restaurantes de que gosto, de estar com pessoas cuja distância nunca diminuiu a amizade.

Deixo-vos então retratos de momentos felizes em lugares citadinos e à beira-mar plantados.

Igreja Matriz de Ponta Delgada

Diapositivo4

Diapositivo2

Diapositivo5
Diapositivo2Diapositivo6

Diapositivo3
Diapositivo1
Diapositivo1Igreja de S. Pedro

Câmara Municipal de Ponta Delgada

Portas da Cidade

Diapositivo4

Marina
Diapositivo9

Diapositivo8

Pesqueiro- zona de banhos

Portas do Mar- zona de bares e restaurantes

Diapositivo8

Gelataria  e café Central

Bolo de Arroz

Praia pequena do Pópulo

Bar da Praia

Este post pretende também ser uma homenagem ao Miguel Fonseca, conhecido entre nós por “Faneca”, conterrâneo e colega dos tempos de universidade que  celebrou a sua juventude nestes espaços aqui retratado, na nossa cidade de Ponta Delgada: nas festas universitárias, nos encontros de tunas académicas, e que divulgou a região além fronteiras através do seu dinamismo empresarial e modo de ser singular.  Fica a saudade.

Advertisements

5 thoughts on “Escapadinha e homenagem

  1. Mena Lopes

    Cada vez que fazes um post e que me dou conta que tem fotos do teu cantinho, eu fico logo contente! Vou acabar por conhecer os Açores primeiro por aqui, e depois qd tiver pelas ilhas vai ser mto mais fácil!! De facto são um encanto! Apesar de viveres noutra ilha, nota-se afinidade que tens com as outras!! Obrigado por partilhares! 🙂
    Beijinhos

    Gostar

    • foodwithameaning

      O Homem sonha e a obra nasce. “Basta” sonhar, não é verdade? Falando agora a sério, os Açores são ainda um destino um pouco dispendioso, especialmente se se optar por visitar mais do que uma ilha. Por isso, muitos continentais preferem sítios mais económicos e por vezes até mais aliciantes. Um dia, quem sabe, vou receber-vos ao aeroporto das Lajes. Darei o meu melhor como cicerone. abraços.

      Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s