Uma não-receita de São Martinho – Partes I e II

S. Martinho – Parte I

A tradição exige que as castanhas sejam assadas no assadouro de barro ou de metal ou mesmo diretamente na brasa já adormecida.

Esta minha pré-comemoração do São Martinho constitui  uma não-receita por ter decidido assar castanhas  sem recorrer aos utensílios tradicionais. Amanhã, domingo, em casa da minha irmã, comemoraremos então o dia deste santo com todos os pormenores da tradição.

Dei-lhes um corte e aconcheguei-as dentro da Actifry. Marquei 20 minutos. Fui à estante dos livros de culinária e retirei um livro que sabia ter receitas de outono. Sentei-me no balcão da ilha e comecei a folhear folha atrás de folha, fazendo pausas nesta ou naquela receita. Uma estranha forma de relaxar. 

A Actifry emitiu um sinal sonoro. Estavam prontas as nossas castanhas assadas.

Ainda dentro do recipiente da Actifry, salpiquei as castanhas  com sal grosso e envolvi-as com uma espátula de madeira . Retirei-as para um pano da louça. Fechei o pano com um nó e coloquei as castanhas assadas dentro de um tupperwear para que ficassem quentinhas. Trouxe-as para a mesa e servimo-nos de uma, de outra, de mais outra …

 

S.Martinho- Parte II



6 thoughts on “Uma não-receita de São Martinho – Partes I e II

  1. Léia

    Isso costuma acontecer muito em nossas vidas.A gente prepara um determinado ingrediente pensando em uma receita e quando nos damos conta gostamos tanto do ingrediente puro que fica sem nenhum para a receita.Acontece muito isso aqui em casa com amendoins torrados e nozes descascadas.Quando vou usa-los já se foram, rsrs.Beijos, tenha um ótimo domingo.

    Gostar

  2. Ginja

    A tradição já não é o que era 🙂
    Por cá assamos no forno a lenha, aceso aos finais de tarde e noite, que não se pode com o frio na cozinha!
    Sabem tão bem…
    Olha, fiz já imensas vezes mas só há pouco tempo publiquei o teu bolo de chocolate que para mim é dos meus favoritos! Obrigado pela receita uma vez mais.
    Bom domingo! Beijinho.

    Gostar

  3. foodwithameaning

    É tão bom cozinhar nas brasas ou no forno de lenha. Sentimo-nos a voltar às origens. Por cá o São Martinho trouxe-nos dias bem amenos e solarengos, o típico verão de são martinho, sem frio, portanto.
    Fico tão contente por gostares da receita do bolo de chocolate. É mesmo uma delícia. A Guida, do blogue Panelas sem depressão também já fez esta receita mais do que uma vez e todos adoram lá em casa. Nem sabes como me fizeste feliz. A essência dos blogues está nestas partilhas. Um abraço.

    Gostar

  4. Isabel

    Olá Patricia 🙂

    Tenho de comprar um assador de barro assim, vi-os à venda em tantos lados mas fui deixando passar e ainda não comprei, mas de facto as castanhas ficam completamente diferentes assadas nesses assadores.

    As tuas ficaram com um aspecto excelente assadas na Actrify, ninguém diria ! .:-)

    Já andei a cuscar o teu bolo de chocolate, que a Inês fez há pouco… parece uma autêntica delicia, guardei a receitinha, um dia calha ! 🙂

    Beijinho

    Isabel

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s