Peixe…para depois dos excessos da festa

Estão a decorrer as festas da cidade de Angra. Sexta-feira foi o dia da abertura engalanado pelo desfile dos carros alegóricos e pelo cordão humano que representou significativas manifestações culturais cá da Terra: o culto do Espírito Santo, os bodos de leite, as touradas à corda e de praça, entre outras. No sábado, a noite de S. João foi colorida pelas marchas que distribuíram encantos pelas artérias da cidade, despoletando alegria e palmas entre locais e forasteiros.
Mas ir à festa todos os dias já começa a ser para os mais novos. Admito. Aguentar a pedalada inerente às noitadas requer um curso ou então a energia suplementar inconscientemente armazenada pela juventude. Tive de faltar no domingo para carregar baterias.
Ontem, segunda-feira, foi dia de cortejo etnográfico pelas ruas de Angra, de Real Extudantina, nos degraus da Sé, a fazer-me recordar os meus tempos académicos e a tuna feminina a que pertencia (noite de nostalgias, portanto). Antes destes eventos, outros: a apresentação nos paços do concelho do último livro de Joel Neto, um jovem escritor que marca uma posição no palco literário através de Os Sítios Sem Resposta; o jantar de fim de ano letivo do Departamento de Línguas da escola onde trabalho. De Os Sítios Sem Resposta ficou uma leitura prévia atenta e deliciosa e a apresentação ternurenta que o Dr. Cunha de Oliveira fez do livro. Foi também uma oportunidade para rever velhos amigos, antigos professores e pessoas que já não via e com quem não conversava há algum tempo. Um dos pontos altos do dia, portanto. Depois da sessão de autógrafos, saí às pressas para o jantar de departamento. Já estavam lá quase todos e todas. Um momento repleto de horas de são convívio e gaitada (sinónimo de gargalhada aqui na ilha) que se prolongou até horas menos próprias da manhã alegradas pelo conjunto musical terceirense Entre Parentes no palco do Pátio da Alfândega.
Uma noite que terminou ainda com o pecado da gula, materializado em “donetes” acabadinhas de fazer e chá de néveda pelas mãos hábeis das mulheres da Ribeirinha.

Hoje, o almoço teve de ser peixe, para contrariar os excessos das festas destes dias. Aqui refiro-me a bifanas de porco, “torinhos” de linguiça e de morcela, caracóis (como só a tasca do Rei dos Caracóis sabe fazer), favas escoadas e sangria.

Pescada com Cerveja e Ervas Aromáticas

Ingredientes para o peixe

filetes de pescada (quantidade a gosto)
1 cerveja
1 cebola
4 dentes de alho
azeite
ervas aromáticas (mistura para saladas)
2 colheres de sopa de tomate triturado ou polpa de tomate
sal
pimenta branca
1 folha de louro

Ingredientes para os legumes assados

1 courgette média
1 beringela pequena
2 cenouras médias
ervas aromáticas
alho em pó
azeite
sal

Preparação do peixe

Colocam-se os filetes de pescada no fundo de uma assadeira.
Temperam-se com sal, pimenta e com as ervas aromáticas a gosto.
À parte, faz-se um leve refogado com a cebola, cortada às rodelas muito fininhas, o alho picadinho, o louro aos pedaços e o azeite.
Adiciona-se ao refogado duas colheres de sopa de tomate triturado e uma cerveja mini. Deixa-se levantar fervura.
Rega-se o peixe com este preparado.
Leva-se a assar a 180Cº até o peixe estar cozinhado e o molho apurado.

Acompanha-se o peixe com batata cozida e legumes assados.

Preparação dos legumes assados

Cortam-se os legumes aos cubinhos, apenas tendo tirado a casca à cenoura.
Dispõem-se numa assadeira. Temperam-se com sal, ervas aromáticas e alho em pó.
Regam-se com azeite.
Levam-se a assar, mexendo a meio da cozedura com uma colher de pau.

Acompanhei a refeição com água. Depois das festas, só podia ser 🙂

Advertisements

4 thoughts on “Peixe…para depois dos excessos da festa

  1. Ilídia Bettencourt

    Eu, com a saga dos exames, só fui no sábado e no domingo (teve de ser, já que o meu Manel desfilou :). E quando me inscrevi no jantar tinha-me esquecido que este coincidia com o aniversário do meu pai. Só me lembrei na véspera. Quase faltava ao jantar de aniversário do meu pai, que horror! Agora, não sei quando voltarei a Angra. Já não vejo exames à frente 😦
    Um beijinho
    P.S.: O teu peixe está bastante apetitoso. Também ando a tentar desintoxicação.

    Gostar

  2. foodwithameaning

    Hoje foi a custo que me arrastei para a escola mas tinha ainda que finalizar o relatório estatístico do gabinete de triagem. Números e mais números. Será que alguém os lê? Agora se tudo correr bem só sexta ponho o pé na escola, para a reunião de departamento, às 11.30 (foi alterada). Don´t forget it!
    Vejo que este é mesmo um mês de festa para ti e para os teus. Muita saudinha para todos, como dizem os antigos (já sou antiga):)
    Um beijinho

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s