Gripe e panquecas….uma associação possível.

Pois é, aqui a guerreira que nunca adoece foi derrubada pela gripe. E as mães doentes fazem com que as casas fiquem em lume brando. Sabem com certeza a que me refiro. Não é que tudo pare à nossa volta mas deparamo-nos com algumas coisas que se acumulam resultado da ausência dos gestos quotidianos das mães: o brinquedo que fica mais do que um dia esquecido no mesmo sítio; as refeições que se aligeiram ou se compram feitas; as roupas que não recebem o tratamento estipulado no livro de ponto doméstico. Não acrescento mais pormenores por não ser preciso. Mesmo assim, e com o intuito de lutar contra as intempérides, não recusei o pedido das crianças. E estas panquecas surgiram hoje para o pequeno almoço de sábado com sacrifício.

Inspirei-me nas panquecas da Gisela com trigo sarraceno e na decoração das panquecas integrais de maçã da Susana. E surgiram estas, com  adição de canela e noz-moscada adoçadas com maple syrup, uma gentil prendinha da Diana que fez toda a diferença nestas panquecas.

Ingredientes

160 g de farinha de trigo

100 g de farinha trigo sarraceno

50 g de açucar

2 colheres de chá de fermento

1/2 colher de chá de sal

340 g de leite

1 ovo grande

35 g colheres de sopa de manteiga

canela e noz-moscada a gosto

Preparação Bimby

Deitar todos os ingredientes no copo e programar 20 segundos, velocidade 5.

Untar levemente uma frigideira com manteiga, levar ao lume, e quando estiver quente  fazer as panquecas, deitando pequenas porções de massa. Assim que começar a fazer pequenas bolhas é altura de virar para cozer do outro lado.

Preparação Tradicional

Numa taça deitar todos os ingredientes e com a ajuda de uma batedeira, bater bem até estar tudo bem incorporado.

Para fazer as panquecas proceder como está indicado anteriormente.

Anúncios

18 thoughts on “Gripe e panquecas….uma associação possível.

  1. Lily

    Ai como eu te entendo. Já me arrastei pela casa com 40º de febre… depois de muita insistência lá fui ao médico e vim de lá a arrastar-me. Quando comecei a olhar à minha volta acho que estava ainda mais doente… lá arregacei mangas e teve que ser. E não foram umas panquecas de bom aspecto como estas, era mais do género cozinha num caos e roupa e brinquedos. Tudo isto numa manhã. O mundo vive sem as mulheres, mas vive muito pior 🙂 beijinhos

    Gostar

    • foodwithameaning

      Adorei o termo “arrastar”. Reflete bem o meu estado nos últimos dias. O mundo vive sem as mulheres, mas vive muito pior. Não poderia concordar mais contigo.
      Um abraço (espero que 2ª feira já esteja pronta para a batalha)

      Gostar

  2. cozinhadaduxa

    Fruto do tempo instável já se vê.
    É verdade Patrícia, a luta das mães( muitas vezes inglória ), para manter a casa em ordem, fica logo comprometida pela ausência dos tais ” gestos repetidos” .
    Mesmo com a disposição em baixa, as tuas panquecas ficaram perfeitas, é obra do tal ingrediente mágico de todas as mães ; o amor.
    Um beijinho, estimo rápidas melhoras 🙂

    Gostar

  3. Gisela

    Patricia, o que uma mãe não faz para satisfazer um pedido dos filhos.
    Ficaram lindas as panquecas e muito bem acompanhadas.
    Um beijinho e rápidas melhoras

    Gostar

  4. Ilídia

    Pois, aqueles dias de gripe no sofá acabaram. Depois de sermos mães, não é possível. A maternidade torna-nos mesmo mais fortes:) Espero que já estejas bem. Pronta para mais batalhas.
    Mesmo doente, fizeste umas panquecas com um ar delicioso. Gosto muito de trigo sarraceno. Até em pasta caseira já usei.
    Beijinhos e bom fim de semana.

    Gostar

  5. foodwithameaning

    Hoje já estou bem melhor e sem febre. E sempre em movimento. Acho que a recuperação se deve a este facto. O dia está lindo e os miúdos querem dar um passeio. A ver se vamos até à Quinta do Galo depois do almoço.
    Beijinhos

    Gostar

  6. ana

    As melhoras! Por aqui os dois com gripe! E logo agora que o calor chegou e queriamos aproveitar o ar livre.
    Gostei das panquecas, é engraçado ver como nos vamos inspirando em várias receitas e criando tb as nossas.

    um abraço e boa semana

    Gostar

    • foodwithameaning

      Ana, obrigada pelos votos de melhoras. Pelo que me dizes, por aí o vírus também vos atacou.Que vos abandone rápido para que possam aproveitar o sol na plenitude. Por cá está uma ventania medonha, uma verdadeira primavera invernal.
      Um abraço para os dois.

      Gostar

  7. mar

    Get well soon, Patrícia:) Sabemos todas. Entendemos todas isso de as casas ficarem em lume brando. E também esses esforços maiores do que nós. Levantarmo-nos e fazermos coisas para iludir o que nos derruba momentaneamente. Vai passar. Passa sempre.

    Melhoras com carinho dentro.

    Mar

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s