Viagens na Minha Terra e Fish and Chips

Um Inverno que não se tem feito sentir. É verdade. Manhãs esplendorosas, dias azuis, temperaturas amenas. A convidar ao passeio. Foi o que fizémos. Levámos as crianças a passear ao ar livre, como se todo o ar não fosse livre por aqui. No regresso a casa, e sem preocupações de pratos muito elaborados, fiz estes filetes de peixe-porco com batatas caseiras onduladas. Uma refeição muito apreciada pela miudagem pelo facto de as batatas serem parecidas às de pacote e porque o peixe não tinha espinhas. Um consolo e a fast food inglesa à mesa.

Este prato foi adaptado do tradicional fish and chips inglês no qual o peixe é envolvido num polme antes de ser frito. E de repente lembrei-me de Oliver Twist, de Charles Dickens, quando faz referência a uma “fried fish warehouse”. E fiquei a imaginar estes espaços da altura. Sombrios. Lamacentos. Barulhentos.Repletos de gente. E com um cheiro pestilento a fritos e a aglomeração de povo. Um contraste total com estes dias que se têm vivido por cá. Cheios de luz. Radiosos.


E encontrámos Almeida Garret, sereno e protegido pela vegetação. A minha filha perguntou-me: – Quem é aquele senhor? Disse-lhe: – Chamava-se Almeida Garrett. Foi uma grande escritor português. Escreveu um livro onde entra uma Joaninha ( Viagens na Minha Terra). Estou certa que naquele momento deve ter pensado num insecto, por isso rapidamente decidi que tinha de esclarecê-la, mas também não ia falar-lhe de absolutismo ou de lutas liberais. Optei também por não mencionar Frei Dinis, e apenas lhe disse o seguinte: -Este escritor escreveu uma história sobre um senhor, que se chamava Carlos, que gostava muito de uma menina com o nome de Joaninha. A explicação possível para uma criança de três anos (quase quatro).
E ficou a esperança ténue de um dia mais tarde, já na escola, sentir motivação para aprender mais sobre esta história, ao recordar-se da imagem estampada na pedra. As memórias de infância às vezes funcionam assim.

Fish and Chips

6 filetes de peixe-porco (ou outro qualquer)
alho em pó
pimenta branca
tomate e coentros em pó (GOYA- tomato and cilantro)
sal
farinha de milho
batatas com casca

Preparação

Secam-se os filetes com papel de cozinha e temperam-se sal, alho em pó, pimenta branca, tomate e coentros em pó. Envolvem-se em farinha de milho e fritam-se de ambos os lados em óleo (sem estarem submersos).
Lavam-se as batatas e cortam-se utilizando uma lâmina.
Vão a fritar em óleo abundante.

Esta receita pode ser confecionada numa perspetiva mais light com recurso à Actifry. Não o fiz desta vez.

Advertisements

10 thoughts on “Viagens na Minha Terra e Fish and Chips

  1. Ilídia

    Sim, realmente, falar de absolutismo e de lutas liberais teria sido um pouco demais. Queremos que sejam cultos, mas não exageremos 🙂 Também costumo ir várias vezes ao jardim de Angra, com o Manel, dar milho aos pombos. Acho que até tenho uma foto no blogue. Ele adora.
    Gostei das tuas fish and chips. Very british indeed 🙂
    Beijinhos

    Gostar

  2. Marmita

    Ora aqui está uma refeição diferente do habitual, pelo menos para mim. E como eu gosto tanto de batatas fritas, adorei as tuas e acredita que parecem mesmo de pacote. Vamos lá ver como corre este fim de semana pois dizem por aí que vem o frio á seria… bom fim de semana para ti

    Gostar

  3. Alice

    Realmente este inverno veio cheio de sol, embora agora por aqui já se faça sentir bastante frio, com as temperaturas a atingirem valores negativos!
    Esse prato está fantástico, mesmo uma verdadeira recriação do fish and chips! E até com direito a batatinhas ao estilo pacote, mas na versão que mais me agrada, homemade! Adoro desde sempre esse tipo de refeição, aliás, quando era pequena o meu prato preferido era filetes de peixe panados, era sempre o que eu pedia quando a minha mãe me perguntava o que queria:)
    Beijinhos e obrigada pela visita:)

    Gostar

  4. deliciart

    Como fazes para cortar as batatas assim iguais às de pacote, pois fiquei bastante tentada para fazer em casa, eu não sendo criança tenho de ter sempre batatas fritas em casa para quando me sinto mais fraca e estas batatas ia adorar de certeza, assim como esse peixinho que gosto bastante e já não como à imenso tempo..beijinhos

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s