Veja assada no forno, um regresso ao saudável depois da quadra natalícia

A última quinzena de Dezembro caraterizou-se por ser um período de excessos com muitos almoços, jantares, lanches e ceias a intercalar a Consoada e a Passagem de Ano. Por esses dias recebi muitos amigos e familiares em casa e a mesa esteve sempre posta, pronta para as visitas próprias da quadra natalícia. No entanto, cozinhar não foi um problema para mim mas sim uma terapia. Foi a pensar nisso que concretizámos uma cozinha grande, com espaços bem definidos e amplos. Nela foram confecionadas as iguarias tradicionais da época entre tachos, forno, bimby e outros gadgets que se fartaram de trabalhar para consolo da chefe de cozinh. Nela ouviam-se gargalhadas e o tilintar de copos e pratos. Nela partilhavam-se experiências e trocavam-se receitas. Dela as refeições iam saindo sem a pressão de horários rígidos. Foram dias a todo o vapor, literalmente. Agora toda a casa está mais calma e apesar de a cozinha continuar a ser o coração da casa pede já receitas mais leves, como este peixe assado no forno.

O antes

O depois

Ingredientes

2 vejas
2 cebolas médias
4 dentes de alho
1 caldo de peixe
1/2 copo de água
1 ou 1/2 pimento vermelho pequeno
6 pimentos padrão
pimenta branca e rosa
açafrão
alho em pó
salsa
1 folha de louro
azeite
sal

Preparação

Depois de devidamente escamado e limpo, cortei o peixe da cauda até à cabeça para ficar como um “livro aberto” (perceberam, certo?).Reservei.

As vejas como eram bastante grandes tive de prepará-las diretamente no tabuleiro do forno porque não tinha nenhum maior.

À parte fiz um refogado com as cebolas cortadas às rodelas muito fininhas, os quatro dentes de alho, azeite e o caldo de peixe que dissolvi no refogado juntamente com o meio copo de água. Deixei ferver.

Coloquei o refogado no tabuleiro do forno. Dispus as vejas em cima do refogado. Temperei-as com sal, com as pimentas, alho em pó, louro e acafrão.

Cortei às rodelas pimentos padrão e pimento vermelho e distribui-os pelo peixe.

Perfumei com salsa.

Reguei com um fio de azeite.

Levei a assar cerca de 20 minutos em forno pré-aquecido.

Uma Boa Semana!

Patrícia

Anúncios

19 thoughts on “Veja assada no forno, um regresso ao saudável depois da quadra natalícia

    • foodwithameaning

      A veja é um peixe muito comum cá nos Açores. É grande vermelha ou cinzenta) Não sei se haverá aí pelo continente. Podes fazer uma pesquisa de veja peixe nas imagens do google e vais ficar deliciada com as cores do peixe. Para além da veja há também o bodião que é muito parecido (há o vermelho e o azul). Um abraço

      Gostar

  1. Babette

    Regalei-me com a ideia dessa cozinha atarefada!…
    Não conhecia esse peixe, mas gostei muito da foto do antes e do depois. Conseguimos quase adivinhar o sabor aprimorado de um prato saudável e saboroso!
    Babette

    Gostar

    • foodwithameaning

      É verdade. A minha cozinha teve dias bastante atarefados. A família reuniu-se na casa nova e por várias vezes. Foi uma alegria distribuída entre os tachos, as panelas e a sala de jantar.
      Este peixe é uma delícia se for salgado como se faz ao bacalhau e depois cozido. Mas a maioria das pessoas açorianas frita-o às postas. Resolvi assá-lo e também gostei bastante do resultado.
      um abraço

      Gostar

  2. mar

    Um peixe chamado “veja”. Imperativo, esse peixe que não conheço. Mas formal, que trata as pessoas por você:) Se algum dia encontrar esse peixe, hei-de lembrar-me da minha Patrícia dos Açores. Que nos dias subsequentes ao Natal, retomou a paz no domínio em que somos mais felizes.
    Que continue, então. A felicidade. O tilintar dos copos. As gargalhadas. E as receitas todas. Com significados irrepetíveis. Por serem suas.

    Um beijo de início de ano, Patrícia.

    Mar

    Gostar

  3. cozinhadaduxa

    Hummmm…que bom, recebo sempre de braços abertos um peixinho no forno.
    Por curiosidade, vou procurar as imagens dessa peixe.
    Por aqui chamamos “escalar” ao teu “livro aberto”, é enriquecedor esta diversidade de expressões e palavras da nossa língua, estamos sempre a aprender.
    Gostei imenso do refogado com que presenteaste o peixinho, deve ter ficado
    muito saboroso.
    Beijinhos:)

    Gostar

  4. Ilídia

    A veja lembra-me a Graciosa 🙂 O meu amigo Abel costumava pescá-las e oferecia-nos. Foi lá que comi pela primeira vez. Arroz de veja. Gosto muito. Um peixe diferente, a saber muito a mar. Fazes bem em retomar as comidas saudáveis. Também já o fiz.
    Um beijinho,
    Ilídia

    Gostar

  5. Ginja

    Adoro a cozinha em qualquer altura do ano (lá está, é mesmo o coração da casa) mas é em Dezembro que dela saem mais coisas diferentes e ricas, que nos confortam, e é mais visitada por toda a família, onde todos colocam um pouco de si. Agora sim, algo mais leve, sem deixar de ser apetitoso, como esse peixinho no forno, para voltarmos ao equilíbrio.
    Um beijinho.

    Gostar

  6. Maria

    Gostei da tua veja!
    Não “morro de amores” por este peixe… normalmente não o compro. Mas sempre que os meus pais vêm cá nas férias de Verão, tenho de consumir as pescarias do papá, que habitualmente incluem veja.
    Nunca a escalei… mas parece-me uma ótima opção! A experimentar!
    Bj.
    Maria

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s