5 anos de Food with a meaning..com Bolo Esponja a quatro mãos…e muito espírito natalício

bolo esponja de manteiga com mascarpone e framboesa_5 anos de blogue

Há cinco anos nascia o foodwithameaning. Coincidia este nascimento com a mudança da nossa família para uma casa nova, rodeada de verde. Sentia-se por cá o entusiasmo de se estar a estrear cada canto da casa, de se estar a arrumar em cada gaveta objetos de vivências passadas. Aninhavam-se ao lado destes outros, novinhos em folha, também ansiosos por serem pertença de um tempo e de um espaço. Foi neste contexto de novidade constante que o blogue surgiu. Analisando em retrospetiva esta meia dezena de anos, vejo o quão mais enriquecido tem sido o meu dia-a-dia desde que resolvi dar asas a este projeto. Com ele cresci em termos culinários, porque aprendi muito com outras cozinhas, porque conheci pessoas que expressam através dos seus blogues o gosto pela culinária. Refleti ao ler posts de temas variados, escritos por pessoas que são inspiradoras, talvez sem saberem que têm a habilidade de nos falarem ao coração e à razão. Diverti-me muito com alguns comentários feitos às minhas publicações, alguns de pessoas que não conheço e que porventura nunca chegarei a conhecer. Aprendi, e ainda aprendo, com pessoas que passei a conhecer por intermédio das redes sociais, e com quem partilho ideias, dicas e a quem ofereço o que se vai preparando na minha cozinha. Em suma, cresci em várias vertentes. Tornei-me mais exigente comigo própria. E vejo que evolui: tenho agora uma maior preocupação com a apresentação dos posts, uma vez que gosto de aprimorar os cenários de fotografia e de contextualizar as receitas,  quer estas sejam mais ou menos elaboradas ou quer tenham nascido com ou sem motivo particular.

Fico extremamente feliz quando leio os comentários de amigos, conhecidos e de visitantes anónimos que genuinamente demonstram apreço pelas minhas publicações. Sinto uma verdadeira interação quando se trocam dicas culinárias, quando alguém faz sugestões de combinação de ingredientes, quando alguém diz que reproduziu a minha receita e que gostou muito, quando alguém me envia fotos dos seus cozinhados, quando partilho vivências através do correio eletrónico com esta ou aquela amiga mais ou menos virtual.  Cá em casa passaram a compreender este meu hobby e sentem entusiasmo quando apresento receitas novas. Também têm vindo a mostrar mais paciência aquando da reportagem fotográfica. A minha filha pergunta sempre se já tirei a foto antes de experimentar o que preparo, especialmente quando se trata de coisas doces. Cuidados que já lhe valeram ralhetes. No fim, acabo por ficar sempre com o prato da foto, quase frio, é certo, mas o mais requintado da mesa.

Agradeço também a confiança que a empresa DeBORLA depositou em mim quando me convidou, faz quase 2 anos, para dinamizar workshops nas suas lojas, divulgando também no seu site as minhas receitas e reportagens fotográficas.

E já me alonguei demasiado. O mais provável é terem desistido de ler o post no segundo parágrafo.

Como não pode haver aniversário sem bolo, decidi reproduzir a receita de um delicioso sponge cake de Rachel Allen. A cobertura, ao jeito naked-cake, e a decoração do bolo é da autoria da minha filha Vitória, de oito anos, que tem vindo a cultivar o gosto pela culinária.  Resolvi não interferir e deixei que barrasse o bolo a seu gosto, sendo que são as “imperfeições” que o tornam muito especial.  Dedicou a decoração do bolo ao natal, quadra festiva que se aproxima, e decidiu utilizar a vela do seu quinto aniversário, que se encontrava guardada. Verdadeiro símbolo de  food with a meaning.

 

Bolo Esponja de Manteiga, Mascarpone e Framboesa 

bolo esponja de manteiga com mascarpone e framboesa

Ingredientes para o bolo (para o bolo da foto, duplique estes ingredientes e use duas formas de 18 cm)

  • 175 g Farinha sem fermento
  • 175 g Açúcar
  • 175 g Manteiga à temperatura ambiente
  • 3 Ovos batidos
  • 1 c. sobremesa Fermento
  • 1 c. sopa Leite

Ingredientes para o Recheio e Cobertura do Sponge Cake

  • 1 frasco Compota de framboesa
  • 500 g Mascarpone (mais um pouco para a cobertura)
  • q.b. Açúcar em pó
  1. Aqueça o forno ventilado a 180ºC.
  2. Com a ajuda da batedeira, misture bem a manteiga com o açúcar até formar um creme esbranquiçado e leve.
  3. Adicione o leite e os ovos previamente batidos e continue a bater até ficar uma mistura homogénea.
  4. Peneire a farinha com o fermento para dentro da mistura dos ovos e envolva delicadamente com uma colher.
  5. Coloque a massa do sponge cake numa forma de 18cm de diâmetro, untada com manteiga e polvilhada com farinha.
  6. Leve a cozer durante 25-30 minutos ou até o sponge cake estar cozido no meio (faça o teste do palito). Assim que estiver cozido, retire o sponge cake do forno e deixe na forma 5 minutos antes de desenformar.
  7. Deixe arrefecer completamente antes de cortar e rechear. (Para um bolo de 4 camadas faça 2 vezes esta receita).
  8. Para o recheio, bata bem o mascarpone na batedeira e vá juntando açúcar em pó até ficar com a textura e sabor desejado. Divida o creme em duas partes iguais; numa delas coloque 2 a 3 colheres de compota.
  9. Para montar o sponge cake, corte os dois bolos ao meio de forma a ficar com 4 rodelas de bolo. Coloque a primeira rodela do sponge cake num prato bonito de servir; de seguida coloque o creme mascarpone branco (guarde um pouco para a última camada) e alise para que fique o mais direito possível; coloque a segunda rodela de bolo e preencha com o creme mascarpone cor-de-rosa; coloque a terceira rodela e faça um anel na borda do sponge cake com o creme mascarpone branco, o interior preencha com compota de fruta; finalize com a quarta rodela de bolo.
  10. Barre o bolo com uma fina camada de mascarpone e açúcar em pó, ao jeito naked cake. Decore com motivos de natal.

5 anos de blogue

Que venham mais cinco!

 

Obrigada por estarem desse lado!

Patrícia

Gelado de Pitanga em finais de novembro

Há qualquer coisa de contraditório quando nos apetece um gelado em pleno mês de novembro. A verdade é que mesmo com a temperatura do ar a baixar um pouco, característica da aproximação do inverno, dentro de casa o espírito das receitas de verão prolonga-se todo o ano. Conjugou-se, assim, a vontade de um gelado com os frutos da nossa pitangueira. A ideia de usar as pitangas na confeção de um licor sobrepôs-se este ano ao desejo e à curiosidade de ver o desempenho das pitangas sumarentas num gelado outonal. O licor terá de ficar para o próximo ano!

Compus a fotografia do gelado neste lindo prato Bordalo Pinheiro, uma gentil oferta das minhas amigas Madalena e Isabel.

As decorações natalícias têm a assinatura DeBORLA.

gelado de pitanga

gelado de pitanga

Ingredientes

  • 20 pitangas
  • 2 pacotes de natas ( 200 ml cada)
  • 4 colheres de sopa de açúcar
  • 2 colheres de sopa de xarope de arando
  • 2 colheres de sopa de compota de frutos vermelhos
  • 2 bananas pequenas (ou 1 grande) maduras

Preparação

  1. Lave as pitangas e retire o caroço.
  2. No copo da varinha mágica, triture as bananas muito bem e junte as pitangas, triturando-as grosseiramente  Reserve.
  3. Numa tigela, bata as natas até estarem bem aguentadas.
  4. Junte às natas o açúcar e bata novamente.
  5. Adicione ao chantilly o xarope de arando e a compota. Junte a fruta triturada e envolva muito bem com a colher de pau.
  6. Coloque o gelado em pequenos moldes (usei moldes de mini-bundts) ou numa tigela que possa ir ao congelador.
  7. Sirva o gelado com xarope de arando.

gelado de pitanga

gelado de pitanga

xarope de arando

gelado de pitanga

Bolinho em sábado de outono

Os sábados são, definitivamente, o melhor dia da semana. Têm, por norma, direito a panquecas ao pequeno-almoço ou a bolinho ao lanche.

Com a intenção de aproveitar umas bananas já demasiado maduras e de celebrar este outono abençoado que se tem feito sentir, do forno  saiu, logo pela manhã,  este bolinho de banana e chocolate, que despertou toda a casa com o seu aroma doce.

Bolo de Banana e Chocolate

diapositivo2

Ingredientes

  • 3 ovos
  • 75 g de manteiga
  • 200 g de açúcar
  • 200 g bananas bem maduras
  • 1 colher de chá (rasa) de canela em pó
  • 6 figos passados triturados
  • 300 g de farinha com fermento
  • 1 colher de chá de fermento em pó
  • 100 g de pepitas de chocolate negro

Preparação

Num robô de cozinha ou numa picadora, triture os figos passados muito bem. Junte as bananas inteiras e triture-as também muito bem. Adicione a manteiga, a canela e o açúcar. Bata bem. Junte a farinha e o fermento, ambos peneirados. De seguida, bata os ovos inteiros, mas durante pouco tempo. Só até estarem incorporados na massa.  por fim, junte as pepitas de chocolate à massa e envolva com uma colher de pau. Unte com manteiga e enfarinhe uma forma de bolo inglês, verta a massa de bolo para a forma e leve-o a cozer, em forno-pré-aquecido, durante 60 minutos.

Bolo de Banana e Chocolate

diapositivo1

 

Garoupa e Camarão na Wok

Este blogue é o espelho do que se vai cozinhando cá em casa. As receitas são por norma bastante diversificadas  e enquadram-se em diferentes categorias, porque por cá não se fazem todos os dias só bolos e bolachinhas (isso é que seria o paraíso para os meus filhos), mas também comida que põe mesa,  sempre com algum cuidado na apresentação dos pratos, já que os olhos são os primeiros a comer. Quase sempre apresento na mesa de refeições os pratos da mesma forma que os preparo para a fotografia. Foi o caso desta sugestão de peixe que trago hoje. A frigideira wok foi mesmo do fogão para a reportagem fotográfica e de seguida, e da mesma maneira, para a mesa. Afinal, quem não gosta de sujar pouca loiça?

Garoupa e Camarão na Wok

garoupa e camarão na wok

Ingredientes

  • 2 groupas médias à posta
  • 12 camarões
  • 1 lata pequena de tomate pelado triturado
  • 1 pimento vermelho
  • 1 copo de cerveja
  • mistura de 5 pimentas
  • 1 folha de louro
  • 2 bagas de piri-piri
  • 1 cebola média
  • 4 dentes de alho
  • 1 caldo de peixe
  • moinho de mistura oriental (composta por caril, erva-doce, cebola desidratada e cominhos-comprei no Lidl)
  • salsa para polvilhar
  • sal
  • azeite

Preparação

1. Faz-se um refogado com o azeite, o louro, a cebola e o alho. Junta-se o pimento vermelho às tiras e deixa-se alourar.

2. Adiciona-se as postas de garoupa.

3. Junta-se o tomate pelado triturado.

4. Rega-se com cerveja e deixa-se ferver.

5. Tempera-se com as especiarias e com pouco sal.

6. Acrescenta-se o caldo de peixe e tapa-se o tacho. Deixa-se ferver. Retificam-se os temperos, se necessário

7. Deixa-se cozinhar em lume baixo até o peixe estar cozinhado.

8. Polvilha-se com salsa e deixa-se cozinhar 2 minutos.

Servi este prato de peixe e marisco acompanhado de batata e legumes cozidos.

garoupa e camarão na wok

Bolo de noz, figo e especiarias

Ontem à tarde, dinamizei, na loja DeBORLA da Terceira, um workshop dedicado à Decoração de Mesas de Natal. De início foram idealizadas duas mesas representativas de uma Ceia de Natal, mas, devido ao entusiasmo das participantes, acabámos por decorar uma terceira mesa. De facto, a coleção, presente no catálogo de Natal deste ano, de loiças, atoalhados, talheres e de decoração serviu de mote e de motivação para uma tarde em que se conjugaram saberes e dicas de decoração. Só assim concebo um verdadeiro workshop, com o apoio e contribuição dos participantes. Muito obrigada a todas. Por ter sido este o último workshop de 2016, resolvi retribuir todo o carinho que tenho recebido por parte das clientes DeBORLA partilhando com todas um bolo de noz, figos passados e especiarias, com decoração natalícia, e as tradicionais rosas do Egito, ambos acompanhados com um reconfortante chá inglês.

E que comecem então os preparativos para as nossas mesas de Natal!

Bolo de noz,figos passados e especiarias

Bolo de noz, figos passados e especiarias

Ingredientes

  • 4 ovos
  • 500 g de açúcar
  • 100 g de manteiga
  • 120 g de manteiga de amendoim
  • 100 g de doce de uva-da-serra  (com doce de figo fica ainda melhor)
  • 160 g de nozes
  • 12 figos passados
  • 150 g de caramelo líquido
  • 150 g de leite
  • 400 g de farinha com fermento
  • 1 colher de sopa de fermento
  • 1 colher de sopa de melaço
  • 1 colher de chá rasa de canela
  • 1 colher de chá rasa de gengibre
  • 1 colher de café de noz-moscada

Preparação

Num robô de cozinha ou numa picadora trituram-se as nozes grosseiramente. Reservam-se. Faz-se o mesmo aos figos passados ( não se esqueçam de lhes tirar antes o pezinho), mas trituram-se um pouco mais.

Numa tigela, ou no copo do robô de cozinha, batem-se as manteigas com o açúcar. Junta-se o doce, o caramelo líquido e o melaço e bate-se novamente. Adicionam-se as especiarias e o leite, batendo-se de novo. Junte um ovo de cada vez, batendo entre adições e, de seguida, a farinha e o fermento peneirados. Envolva na massa o miolo de noz e os figos triturados e leve a cozer em forno-pré-aquecido durante 60 minutos.

Notas: Utilizei uma forma sem buraco e em forma de flor. Após 45 minutos, faça o teste do palito para verificar a cozedura, que depende de forno para forno.

Decoração do bolo

Glace (sem claras)

  • 200g de açúcar de confeiteiro
  • 3 colheres (sopa) de água
  • enfeites (rena/arranjo floral com pérolas)

Coloque o açúcar numa taça e vá acrescentando a água morna e misturando bem com uma espátula.

Se necessário, adicione um pouco mais de água para obter uma massa suficiente densa e lisa.

Verifique a consistência do preparado, mergulhando nele as costas de uma colher (deve permanecer coberta por uma fina camada de glace).

Verta toda a glace no centro do bolo ( já desenformado e frio). Com a espátula e entre cada pétala da flor vá fazendo deslizar a glace. Deixe que esta seque antes de polvilhar as partes não cobertas pela glace com açúcar em pó.  Para o efeito, utilize um polvilhador ou um simples coador. 

3 omoletes, 3 cocottes, 2 minutos, 1 microondas

A sugestão com que inicio esta semana insere-se no grupo daquelas receitas que denomino de Receitas-Express. Para além de ser rápida de confecionar, requer também poucos ingredientes e utensílios, apenas as cocottes e um garfo. Logo, esta receita também pertence ao grupo das que sujam pouca loiça. É uma receita básica de omolete, à qual podemos adicionar os ingredientes que desejarmos ou tivermos no frigorífico. Fiambre, pimentos, cebolinho poderão ser outras opções. Por ser uma receita muito versátil, esta adequa-se ao pequeno-almoço, a brunches, a almoços e jantares. De facto, consiste numa simples omolete cozinhada no micro-ondas. A adição de queijo faz com que fique com uma textura suculenta e deliciosa.

Experimentem e digam-me se ficaram, tal como eu, fãs desta receita.

3

diapositivo10

Ingredientes

  • 3 ovos inteiros
  • 100 g de queijo flamengo ralado
  • mistura de moinho de cinco pimentas
  • sal
  • salsa
  • malaguetas

Utensílios:

  • mini-cocottes Secret-Gourmet (adquiridas na loja DeBORLA)
  • 1 garfo
  • forno-microondas
  • faca (adquirida na loja DeBORLA)

Preparação

  1. Coloque um ovo em cada cocotte e bata com um garfo. Divida o queijo pelas cocottes em partes iguais, tempere com sal e pimenta. Leve ao microondas de 1 em 1 min até que esteja cozido. (aproximadamente 2 min).
  2. Sirva com rodelinhas de malaguetas e salsa picada.

diapositivo1

diapositivo6